dezembro 05, 2008

CineclubeYbitu Katu traz o Cinema Japonês como tema das projeções de dezembro

O cineclube Ybitu-Katu, divulgou em seu blog (www.cineclubeybitukatu.blogspot.com) a programação que será desenvolvida neste trimestre. Em dezembro o tema das exibições será: “Cinema Japonês - Décadas de 90 / 00”, em janeiro e fevereiro o tema muda para “Animações de Todo o Mundo”.

Em 1897, platéias do Japão tomaram conhecimento de uma nova forma de entretenimento, através da demonstração do sistema de projeção de filmes da Vitascope, empresa americana formada por Thomas Armat e pelo inventor Thomas Alva Edison. Poucos anos depois, o Japão já estava formando sua própria indústria cinematográfica, produzindo seus próprios filmes mudos, geralmente retratando aventuras de época e história de samurais injustiçados. Enquanto no mundo inteiro o cinema era mudo, no Japão os filmes eram parcialmente sonorizados com a presença do benshi, uma pessoa que reproduzia os diálogos do filme, interpretando as vozes dos vários personagens durante a projeção – uma espécie de dublador ao vivo.

A primeira grande produção do cinema japonês ocorreu em 1913, quando o diretor/produtor Shozo Makino uniu-se ao ator Matsunoke Onobe para realizarem a primeira de várias versões de Chushingura (Os 47 Ronins). Em 1923, o grande terremoto de Tokyo devastou os estúdios que havia na cidade, o que obrigou o Japão a reconstruir sua nascente indústria cinematográfica.
Um dos divisores de água dos filmes japoneses foi o diretor Akira Kurosawa, que mostra ao mundo histórias que se afastam um pouco dos temas clássicos "samurais" e "Japão feudal", e se aproximam de problemas existenciais, resultando em filmes de belíssima estética e com diversas premiações em festivais internacionais.

O Cine Clube Ybitu Katu exibe no dia 6 de dezembro o filme “Sonhos”, de Akira Kurosawa (1990); no dia 13 o filme será “Dolls”, de Takeshi Kitano (2002) e fechando o mês o cineclube exibe “Depois da Vida” , de Hirozaku Kore-eda (1998).
As sessões ocorrem no Centro Cultural de Botucatu (CCB), às 19h30, na Praça XV de novembro, nº 30. Os ingressos podem ser trocados por um quilo de alimento não perecível, momentos antes das exibições.