fevereiro 19, 2009

Carnaval: Bauru faz campanha contra exploração sexual de crianças e adolescentes

A Secretaria do Bem Estar Social, tendo em vista o calendário festivo do carnaval em todo o país, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, assim como os demais parceiros e integrantes da Comissão Intersetorial de enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, destaca como prioridade o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, em especial a exploração sexual. O MDS convocou Estados e Municípios a aderirem à Campanha de Carnaval de 2009, que reflete sobre esta problemática.

A Campanha do Carnaval 2009, tem como temática: “Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é crime. Denuncie! Procure o Conselho Tutelar de sua cidade ou disque 100”, e é uma das estratégias articuladas e executadas em parceria entre o Governo, a sociedade civil e organizações e organismos internacionais em todo território nacional, para o enfrentamento intersetorial dessa complexa questão, na perspectiva da garantia e proteção dos direitos de crianças e adolescentes de nosso pais.

Ressalta-se que as campanhas anteriores resultaram em grande impacto no que tange ao favorecimento do aumento do número de denúncias por meio do Disque Denúncia Nacional: 100, o que representa um trabalho muito relevante de mobilização e sensibilização da sociedade, bem como, de fortalecimento desse enfrentamento, nacionalmente.

Em 2009, a Comissão Intersetorial optou pela edição de uma campanha que pudesse aproximar o enfrentamento da violência sexual de imagens e mensagens típicas do carnaval. A campanha teve seu lançamento oficial , no dia 13/02/09 em Manaus-AM e outras 11 cidades do país receberam a campanha, incluindo Bauru, que aderiu , a Campanha de Carnaval de 2009, que destaca como prioridade, o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, em especial a exploração sexual, que reflete sobre esta problemática.

O CREAS- Centro de Referência Especializado de Assistência Social, da Secretaria Municipal do Bem-Estar Social -SEBES, responsável em articular as ações em parceria com o CIAVI- Centro Integrado de Atendimento a Vítimas de Violência, mantido pela Fundação Toledo , executa o Programa de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, baseando nos eixos estratégicos propostos pelo Plano Nacional e Estadual de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual, garantindo um atendimento especializado e a proteção integral das crianças e adolescentes nesta situação. No ano de 2008 foram notificados 78 casos de abuso sexual e 14 casos de exploração sexual em Bauru.

A Secretaria através do CIAVI, confeccionou abanadores e camisetas que serão distribuídos pelos fiscais da SEPLAN - Secretaria Municipal de Planejamento, nos clubes, onde serão realizados os bailes de carnaval e no carnaval de rua de Bauru, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura, no domingo, fortalecendo assim a mobilização da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no município.

A campanha do carnaval 2009 tem a intenção de respeitar e legitimar as atividades já previstas em cada localidade, se integrando a elas e fazendo parte de suas agendas municipais. Essa estratégia prima pela integração e participação da comunidade na campanha e, mais que isso, a campanha do carnaval deve ser incorporada como uma campanha de cada localidade, pois é desenvolvida dentro das atividades previstas, ou seja, a campanha é todos os que a promovem.

Desse modo, a campanha traz como ícone uma adolescente (a modelo da foto tem mais de 18 anos) fantasiada de pierrot. A lágrima, traço característico desse personagem, denota aqui a dor e o sofrimento das crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

A campanha também inova esse ano ao enfatizar que as denúncias devem ser feitas, não somente ao Disque 100, mas também ao Conselho Tutelar. Trata-se de uma diretriz do Governo Federal de fortalecer as instituições locais que também recebem denúncias.

Em Bauru o Conselho Tutelar atende pelos fones: 3227-3339 e 3227-3499, de 2ª à 6ª , das 8h00 as 18h00, e após as 18h00 no celular 14-9651- 4441 e o Programa de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes através do fone: 3212-3000 de 2ª à 6ª até às 17h00 e após este horário ligar no disque 100.

Do site oficial do município