fevereiro 17, 2009

FMB/Unesp mostra crescimento em defesas de teses e mestrados

Conhecida por sua excelência em ensino e pesquisa, a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), obteve números expressivos de dissertações para seus programas de pós-graduação. Superando expectativas, a instituição registrou no ano passado, um total de 148 defesas de teses de pós-graduação e dissertações de mestrados.

As defesas envolvem especialidades e abrangem aspectos da saúde como um todo. Até dezembro de 2007, a instituição registrou 835 dissertações de mestrado e 450 teses de doutorado. A crescente neste número pode ser observada nos dois primeiros meses de 2009. A previsão, conforme a Seção de Pós-Graduação da FMB é de que até o final de fevereiro tenham sido defendidas 74 teses de pós-graduação e dissertações de mestrado.

A presidente da comissão de pós-graduação da FMB, professora Denise Fecchio, ressalta que a quantidade de dissertações e teses reflete a procura pelos programas de pós-graduação que a instituição oferece. Ela declara que esta demanda é resultado das avaliações positivas obtidas perante à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). “Todos os nossos programas se destacaram obtendo notas expressivas. Antes de 2006, tínhamos somente o programa de Patologia com a nota 5 e após a última avaliação da Capes, passamos a contar com cinco disciplinas a terem a nota máxima de conceituação”, explica.

Além disso, outro fator observado por Denise refere-se aos acordos de cooperação e intercâmbio que a FMB mantém com diversas instituições de ensino. “Ao longo dos anos houve acordos de intercâmbio em níveis nacional e internacional. Isso facilitou o acesso aos nossos programas e muitos dos estudos são continuados na FMB”, complementou a professora.

A Faculdade de Medicina de Botucatu oferece oito programas de pós-graduação, com ênfase à pesquisa e desenvolvimento de produção científica. São desenvolvidas atividades nas áreas de anestesiologia, bases gerais da cirurgia, fisiopatologia em clínica médica, doenças tropicais, ginecologia, obstetrícia e mastologia; patologia, pediatria e saúde coletiva. Além disso, dois programas de mestrado profissional (pesquisa e desenvolvimento em biotecnologia médica e enfermagem), completam a gama de atividades desenvolvidas na pós-graduação da FMB.

Flávio Fogueral / Jornal da FMB