fevereiro 09, 2009

Nova diretoria do IB é empossada

Na última sexta-feira, 6 de fevereiro, foi realizada, no Anfiteatro do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, campus de Botucatu, sessão solene de Congregação na qual foram empossados, respectivamente, como diretor e vice-diretora do IB, os docentes Renato Eugênio da Silva Diniz, do Departamento de Educação e vice-diretor cessante, e Maria Dalva Cesario, do Departamento de Morfologia.

Os novos dirigentes foram conduzidos até o palco pelos professores eméritos do IB, Edy de Lello Montenegro, Edmundo José de Lucca e Roberto Sogayar.

A solenidade foi presidida pelo reitor da Unesp, Herman Jacobus Cornelis Voorwald e, além de Diniz, Maria Dalva e da diretora cessante, Maria de Lourdes Mendes Vicentini Paulino, a mesa foi composta pelo vice-prefeito de Botucatu, Antonio Luiz Caldas Júnior, que representou o prefeito municipal João Cury Neto; pela pró-reitora de Pós-Graduação, Marilza Vieira Cunha Rudge; e pela pró-reitora de Graduação, Sheila Zambello de Pinho.

Também compareceram à cerimônia, os diretores Sérgio Swain Müller, da Faculdade de Medicina; Edivaldo Domingues Velini, da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), e Edson Ramos de Siqueira, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ).

Em seu discurso, Maria de Lourdes disse estar satisfeita com os resultados obtidos durante sua gestão. “Foi um período de trabalho intenso, mas de enorme satisfação pela convivência e colaboração que permitiram que o Instituto continuasse seu crescimento e sua projeção econômica”, analisou.

Entre as realizações, ela destacou o papel da implantação do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) para a definição de metas e desenvolvimento do IB. “As discussões iniciais do PDI, que ocorreram principalmente no primeiro ano da gestão, fizeram com que o Instituto se conhecesse e definisse seu sonho de futuro, sua missão. O trabalho conjunto de docentes, servidores técnico-administrativos e alunos criou o comprometimento de todos para com o IB”, comentou. “As missões vinham de diferentes pessoas, desde os mais titulados academicamente falando, até o com menor formação acadêmica, mas que compreendia bem sua função dentro da instituição. Fomos assim construindo o que queríamos para o nosso futuro e, mais do que criar um documento, pudemos interiorizar aquele aprendizado e traçar caminhos que víamos como adequado para a nossa instituição”, complementou.

Ela também ressaltou a atuação da congregação, a maior valorização do Instituto em relação à extensão universitária, os conceitos obtidos nas avaliações dos cursos de Graduação no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e no Guia do Estudante. Também a conquista do IB por dois anos consecutivos como a instituição que teve maior produção científica na área de Biológicas da Unesp e a classificação do Instituto entre as três unidades que tiveram maior captação de recursos junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Outros aspectos salientados por Maria de Lourdes foram o incentivo à participação de docentes na criação do Núcleo de Biomateriais e Biotecnologia, na implantação da disciplina de Empreendedorismo e na atuação dos alunos em empresas juniores. “O IB, nesses quatro anos, entendeu que inovação tecnológica e empreendedorismo não são incompatíveis com a academia, uma vez que são parte do papel da universidade para o desenvolvimento econômico e social.”
Após o seu discurso, a professora Virginia Sanches Uieda, chefe do Departamento de Zoologia, falou em nome da comunidade acadêmica do IB. Ela afirmou que a trajetória da gestão que estava se encerrando foi de muita dedicação, ética, profissionalismo e respeito.
Em seguida, o reitor, Maria Dalva e Diniz assinaram os termos de posse e compromisso. Também foi realizada a entrega da borla e do capelo.

Discursos dos empossados


Depois das transmissões de cargos, Maria Dalva fez o uso da palavra. Ela comentou sobre o desejo de contribuir com a melhoria da instituição. “É uma nova era de responsabilidades. Muitos são os assuntos carentes de solução duradoura e racional. No entanto, é grande a nossa vontade de enfrentá-los e resolvê-los da melhor forma possível para o bem da nossa instituição”.

Na sequência, foi a vez do diretor empossado discursar. “Deixo hoje a função de vice-diretor e assumo a de diretor do Instituto de Biociências que, ao longo desses 32 anos de existência como IB, reiteradamente vem dando provas da qualidade e da competência dos segmentos que o configuram. A excelência dos nossos cursos de graduação e pós-graduação, o reconhecimento das pesquisas aqui produzidas, exemplificado a partir das frequentes premiações recebidas, e o alcance cada vez maior das atividades de extensão universitária junto à comunidade atestam minha afirmação e reforçam o grau de responsabilidade de quem assume a função de diretor desta unidade”, pronunciou.

Ele também fez um agradecimento à professora Maria de Lourdes, com quem compartilhou a direção do IB nos últimos quatro anos. “Aprendi demasiadamente neste período, pois tive oportunidade de conviver com uma profissional de grande competência, comprometida com a Unesp e profundamente consciente dos compromissos sociais da nossa universidade”.

Diniz ainda comentou sobre os trabalhos de extensão universitária desenvolvidos por ele na função de vice-diretor e agradeceu a participação dos setores que compõem a instituição. “Estar à frente da vice-diretoria do Instituto de Biociências trouxe, entre outras responsabilidades, a de coordenar diretamente as ações de extensão universitária”, destacou. “Ocupar uma função administrativa por si só não garante a possibilidade de efetivação dos projetos pretendidos. É necessário contar com o apoio e a participação da comunidade, sendo assim, manifesto aqui meus agradecimentos aos colegas docentes, técnico-administrativos e alunos que, ao longo desses quatro anos colaboraram com as ações da vice-diretoria”.

Ele reiterou também os compromissos assumidos com a comunidade do IB. “Quero, em meu nome e da professora Dalva, agradecer à comunidade do Instituto de Biociências que depositou seu voto de confiança e nos elegeu para ocuparmos as funções de diretor e vice-diretor no quadriênio de 2009 a 2012. Estejam certos que nos empenharemos ao máximo para corresponder a tal confiança”, afirmou.

Assessoria de Comunicação e Imprensa do Instituto de Biociências