fevereiro 02, 2009

PET-Saúde seleciona projeto da FMB/Unesp

Foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 2 de fevereiro, a lista com os projetos do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET- Saúde que foram aprovados pelo governo federal. Proposta desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu foi uma das escolhidas pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Agora, terá 30 dias para firmar um termo de compromisso e se adequar ao projeto, além de apresentar a documentação necessária.

Como foi selecionada, a FMB receberá o pagamento de bolsas que variam de R$ 300 (estudantes) a R$ 1.045,89 (tutor acadêmico e preceptor) que correspondem aos valores pagos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A duração das bolsas será de 12 meses com possibilidade de renovação por igual período. As monitorias terão carga horária de 8 horas semanais.

Ao todo são oferecidas 72 bolsas de monitoria estudantil para alunos de graduação em Medicina e Enfermagem. O PET-Saúde é um projeto do Ministério da Saúde e tem como objetivo desenvolver atividades de pesquisa e disseminação de conhecimento na atenção básica à saúde e atividades de iniciação ao trabalho.

O projeto PET-Saúde, parceria da FMB/UNESP com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu, busca fomentar grupos de aprendizagem tutorial na Estratégia Saúde da Família (ESF) de Botucatu, articulando o ensino na comunidade, realizado pela universidade em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu, com atividades de pesquisa e extensão em atenção primária à saúde. O projeto proposto será desenvolvido em todas as Unidades de Saúde da Família do município, para o que contou-se com a participação ativa dos profissionais que atuam nestas unidades.

Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI) da FM e HC