março 13, 2009

Inscrições para vagas em “lan houses”de escolas terminam dia 16

Da Secretaria de Estado da Educação

A Secretaria de Estado da Educação encerra nesta segunda-feira, 16 de março, o prazo de inscrições para 840 vagas destinadas ao Acessa Escola, programa que transforma salas de informática de escolas estaduais em espécies de “lan houses”. Os interessados devem acessar o site www.fundap.sp.gov.br. As vagas são destinadas a seis regiões do Estado: Bragança Paulista, Itu, Jacareí, Jundiaí, São Roque e Sorocaba. A prova será em 26 de abril, às 13h, com três horas de duração (os locais ainda serão definidos, de acordo com o número de inscritos).

Após preencher e imprimir o formulário no site indicado, o candidato deve efetivar sua inscrição com o pagamento de R$ 12 na rede bancária. Podem participar do concurso estudantes de 1º e 2º ano de Ensino Médio de escolas estaduais nestas regiões. O salário é de R$ 340, mais auxílio para transporte, por jornada de quatro horas diárias (sempre no turno inverso aos estudos). A primeira fase do Acessa Escola atendeu escolas da capital e Grande São Paulo – agora o projeto começa a ganhar o interior e o litoral de São Paulo.

Além de ser aluno do Ensino Médio da rede estadual, o candidato deve ter 16 anos completos até a data da contratação. A seleção será por intermédio de prova objetiva, avaliando raciocínio lógico e familiaridade com informática.

A carga horária de trabalho será dividida em: manhã (8h às 12h), tarde (12h às 16h) ou noite (16h às 20h). O contrato de estágio será de até 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses. O tempo mínimo de contrato será de seis meses. Todos os estagiários serão supervisionados por assistentes técnico pedagógicos das Diretorias de Ensino. No caso de escolas que não tenham candidatos, alunos da escola mais próxima serão chamados, seguindo ordem de classificação.

Além de abrir os laboratórios em período integral e oferecer estágio para estudantes de Ensino Médio, o Acessa Escola proporciona capacitação aos adolescentes, que para virar monitores serão treinados em seis módulos sobre informática.

“O Acessa vem rendendo bons resultados na capital e Grande São Paulo. Agora iremos para o interior e litoral paulista. Além de um emprego, os estagiários são capacitados e ganham qualificação”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Como funciona o programa

O Acessa Escola transforma as salas de informáticas das escolas estaduais que têm Ensino Médio. Entram computadores de última geração (18 unidades, em média), nova impressora e internet banda larga. A sala passa a ficar aberta nos três períodos letivos: manhã, tarde e noite, sempre “comandanda” por estudantes daquela mesma unidade. Nas escolas que abrem aos finais de semana (Escola da Família), a sala fica disponível para uso dos moradores do bairro. Mesas e cadeiras são re-adequadas.