abril 23, 2009

FMVZ e Prefeitura definem colaboração para realização da Semana de Integração Acadêmica.

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp sediou, na tarde de 22 de abril, uma reunião entre docentes da unidade e representantes do poder público de Botucatu, dentre eles o vice-prefeito e docente da Unesp Antonio Luiz Caldas Júnior. Também estiveram presentes o Secretário de Saúde Carlos Macaharelli, integrantes da Subsecretaria Municipal de Agricultura e o vereador Fontão, representando o poder legislativo da cidade.

A reunião teve o objetivo de estabelecer uma parceria entre a FMVZ e a Prefeitura para o desenvolvimento das atividades da Semana de Integração Acadêmica, que acontece na FMVZ, de 17 a 22 de maio. O evento busca promover uma reflexão sobre as práticas pedagógicas dentro da Faculdade, visando experimentar metodologias novas de ensino e aprendizagem.

Além de colaborar com a formação dos alunos, a Semana de Integração busca aproximar a Universidade da sociedade. Para tanto, as atividades da Semana utilizarão o método denominado Aprendizado Baseado em Projetos (ABP). A expectativa dos coordenadores é que ao final dos trabalhos sejam geradas soluções para algumas demandas da sociedade botucatuense.

A apresentação preliminar dos projetos feita pelos docentes da FMVZ agradou os representantes do poder público municipal. “Vimos projetos voltados à questão da produção rural, como por exemplo, a produção leiteira da região, buscando o aumento da produtividade e o controle das doenças infecciosas. Também vimos vários projetos voltados para a educação e saúde da população com relação ao controle de zoonoses, posse responsável de animais, enfim, vários temas que são do interesse da administração”, afirmou o vice-prefeito de Botucatu.

Caldas reafirmou a participação da Prefeitura e elogiou a iniciativa. “Estamos aqui para colaborar. Os municípios, muitas vezes, passam por dificuldades de assistência técnica e aqui, com a presença da Unesp, nós temos esse potencial todo. Por outro lado, como docente da universidade, sei que é difícil levar o aluno a conhecer a prática. Projetos desse tipo são especiais por permitir essas duas mãos de direção. Temos a Prefeitura como um campo de pesquisa e aprendizado para os alunos e a universidade prestando essa colaboração na área de produção e saúde animal no município”.

O próximo passo é organizar as atividades que os alunos da FMVZ vão desenvolver. “Teremos mais uma reunião com as autoridades do município para definir a logística e as condições de execução dos projetos” conta o professor Rogério Martins Amorim, coordenador da Semana de Integração, que se declara otimista quanto aos resultados do trabalho. “Ao final do evento teremos um elenco de projetos elaborados pelos alunos que serão apresentados às entidades interessadas. Certamente, alguns terão continuidade e devem gerar benefícios para a população”.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF



Powered by ScribeFire.