abril 08, 2009

Jovem morre com suspeita de febre amarela em Botucatu

O instituto Adolfo Lutz analisa amostra de sangues da jovem Thaís Gois Silvestre, 20 anos, que faleceu na madrugada de terça-feira, 7 de abril, em Botucatu. São apresentadas duas possíveis causas para a morte: febre amarela ou reação à sua vacina.

Thaís foi imunizada contra a febre amarela na primeira semana de abril, e dias antes do falecimento teria passado mal; com vômitos, dores pelo corpo e diarréia.

A jovem foi enterrada no Cemitério Jardim, na tarde de terça-feira.

Região - Em avaré, outra jovem de 20 anos morreu de febre amarela. A confirmação foi dada pelo Adolfo Lutz na segunda-feira, dia 06.

Ela foi infectada em um pesqueir, dando entrada no Hospital da cidade na sexta-feira, dia 3. Ao confirmar a doença ela foi transferida ao Hospital Emílio Ribas, em São Paulo.

Com informações do jornal Diário da Serra

Confira o Relatório do HC-UNESP sobre a Febre Amarela – Divulgado em 30/03/2009.