abril 29, 2009

Remédios contra gripe suína estão esgotados em farmácias do Rio

Da Agência Brasil

Nenhum caso de gripe suína foi confirmado no Brasil, mas a procura pelo medicamento recomendado para o tratamento da doença pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o Tamiflu, está esgotado em várias farmácias da capital fluminense. Os  camelôs começa a  vender máscaras de proteção.

A Agência Brasil procurou o remédio em 15 farmácias da capital e em todas, a caixa com 10 comprimidos - que pode custar entre R$ 71,00 a R$ 156, 00- está esgotada.

“Está em falta geral [o Tamiflu]. Ninguém mais tem. Tem gente que quer levar cinco seis caixas de uma vez, mas não tem. Com esse negócio de gripe suína, tem muita procura. De duas semanas para cá, nem o distribuidor tem mais”, contou o atendente Daniel César, ao informar que onde trabalha, o medicamento acabou ontem (28).

A fabricante do remédio no Brasil, a Roche, informou que recebe os pedidos de Tamiflu das farmácias, mas que a prioridade é disponibilizar   para o Ministério da Saúde, que pode distribuir o remédio, caso necessário. De acordo com o fabricante, neste momento, não é possível repor o remédio imediatamente os revendedores, mas os pedidos antigos estão sendo entregues normalmente.

Nos camelôs próximos ao cais do porto, uma barraca vendendo máscaras chama atenção. De acordo com o dono, somente hoje, mais de 30 pessoas levaram o produto. “O pessoal que trabalha aqui nas redondezas compra porque vai ter contato direto com estrangeiro”, explica Manolo, em relação aos navios. Ao observarem a saída do produto, outros ambulantes se dizem interessados pelas máscaras.



Powered by ScribeFire.