abril 16, 2009

Vigilância em Saúde Ambiental registra caso de raiva em morcego

A Equipe de Vigilância em Saúde Ambiental [EVSA] recebeu no último
dia 08 a confirmação de um caso de raiva em morcego na região do Jardim
Bom Pastor. O morcego do gênero Eumops spp. [insetívoro - se alimenta
de insetos], foi encontrado dentro de um apartamento e não houve
contato com os animais da proprietária nem com a mesma.


As atividades de bloqueio foram iniciadas na manhã de ontem [15] e
se estendem até amanhã. As atividades consistem na verificação da
caderneta de vacinação e aplicação de uma dose de reforço da vacina nos
animais dentro de um raio de 500 metros a partir do local em que o
morcego foi encontrado.


A raiva é uma doença fatal e até o presente momento sem cura, por
isso deverão ser vacinados durante o bloqueio, cães e gatos com mais de
45 dias de idade e que não apresentem histórico vacinal com pelo menos
duas doses consecutivas, além daqueles que não apresentarem comprovante
de vacinação anterior.


“Ressaltamos que ao encontrar um morcego caído, as pessoas não
devem tocá-lo, devem cobrir este animal com algum recipiente como caixa
de papelão, balde ou lata para evitar que pessoas ou animais entrem em
contato com o mesmo, e ligar para o telefone 150 para que possamos
recolhê-lo e encaminha-lo para diagnóstico de raiva”, explica o chefe
da Divisão de Saúde Pública Veterinária Cassiano Victória.

Da Subscretaria Municipal de Comunicação