maio 13, 2009

Unesp de Botucatu monitora paciente com sintomas da Gripe Suína

Paciente de Itatinga foi classificado como "Caso em Monitoramento"


Um paciente de 24 anos, morador de Itatinga, está internado no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), em monitoramento, por ter apresentado sintomas que podem ser decorrentes do vírus influenza A (H1N1), mais conhecido como “gripe suína”.

Apesar da forma de atendimento e encaminhamento do paciente aos procedimentos de isolamento a nota explica que, por ainda não tratar-se de uma suspeita, o paciente poderia ter ficado em monitoramento domiciliar, mas, por precaução, foi internado na Enfermaria de Moléstias Infecciosas do HC, em isolamento respiratório e de contato, instalado em um quarto com pressão negativa e todas as demais condições necessárias. Ele foi encaminhado pela rede de saúde de Itatinga, através da Central de Vagas.

O rapaz, que permaneceu no Japão durante um ano e meio – onde há quatro casos da doença confirmados – voltou para o Brasil dia 7 de maio. No entanto, durante o percurso de retorno, foi de Tóquio até Los Angeles, Estados Unidos – local onde também há diversos casos confirmados de “gripe suína”. O paciente permaneceu no aeroporto por três horas. No trajeto citado não teria utilizado a máscara protetora.

Ao chegar ao Brasil, viajou para Itanhaém, quando começou a sentir dores de cabeça, muscular, no peito, tosse e diarreia. O paciente disse aos médicos que teve febre, mas não chegou a medir a temperatura, por isso ainda não é possível afirmar que trata-se de um caso suspeito. Segundo os médicos do HC, não há motivo para que os moradores de Itatinga se preocupem.

Dia 9 de maio ele chegou à Itatinga, onde permaneceu até esta quarta-feira, 13 de maio e foi posteriormente encaminhado para o HC. O jovem é classificado como “Caso de Monitoramento”.

Enquanto permanecer internado, serão colhidas amostras de secreções de seu aparelho respiratório, que serão enviadas para o Instituto Adolpho Lutz, em São Paulo. Os resultados devem ficar prontos em alguns dias.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da Faculdade de Medicina de Botucatu