junho 25, 2009

Anatel mantém a suspensão da venda do serviço Speedy pela Telefônica

Da Agência Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) rejeitou o pedido da empresa Telefônica para suspender a proibição da venda do serviço de banda larga Speedy, determinada pela Agência esta semana. De acordo com nota divulgada pela Anatel hoje (25), a suspensão da comercialização do Speedy tem como objetivo preservar os atuais usuários do serviço, pois a ampliação da base de assinantes aumentaria o volume de tráfego, com riscos de ampliar a vulnerabilidade e instabilidade da rede.

Segundo a Anatel, a suspensão da venda foi motivada pelas interrupções contínuas e abrangentes e do crescente número de reclamações dos usuários do Speedy. A determinação da agência, que foi publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira, também obriga a empresa a apresentar em 30 dias um plano para garantir a disponibilidade do serviço, conforme os índices contratados pelos assinantes.

Em nota, a Telefônica disse que deve apresentar ainda esta semana o plano de ações para aprimoramento do serviço Speedy. Segundo o comunicado, o presidente da empresa no Brasil, Antonio Carlos Valente, garantiu que a Telefônica descarta ingressar com um recurso judicial para suspender a decisão da Anatel.




Powered by ScribeFire.