junho 24, 2009

Projeto turístico pretende profissionalizar setor na cidade

O Comitê Gestor para desenvolvimento do turismo em Botucatu se reuniu na noite desta terça-feira,23, na Câmara dos Dirigentes Logistas para mais uma etapa do projeto Caminhos de Botucatu, que pretende impulsionar o setor na cidade.

O encontro, liderado pelo SEBRAE, reuniu empresários do segmento turístico, a Secretária Adjunta de Turismo, Priscila Ribas, representantes do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes, agências de publicidade, CDL, SENAC, SENAI e produtores orgânicos. De acordo com o analista do SEBRAE,Marco Aurélio D´Luque, nesta etapa foram definidos os valores dos investimentos que cada segmento deve bancar para conclusão do projeto. “Começamos esta discussão há 3 anos, mas paramos por um tempo e agora retomamos com intenção de entregar este projeto pronto para ser comercializado em novembro deste ano”, explica o analista.

A intenção do comitê é elaborar um roteiro turístico ao longo da Rodovia Gastão Dal Farra, que engloba o Parque Municipal da Cascata da Marta, Estância Demétria, Estância 13, Barro da Serra e Estância Guaimbê. Este roteiro, com pontos de saída e chegada definidos será oferecido às agências de turismo da capital e divulgado em um elaborado plano de marketing, que irá incluir Botucatu nas publicações de turismo nacional.

O SEBRAE ainda vai atuar em parceria com a Prefeitura Municipal para capacitar profissionais e gestores com finalidade de profissionalizar o atendimento turístico na cidade. Para a Secretária Adjunta de Turismo, Priscila Ribas, o projeto irá oferecer infra-estrutura adequada para que a cidade seja vendida como centro turístico. “ Muitos paulistanos querem conhecer Botucatu, mas não há serviços de receptivo que ofereceram este serviço, como vimos nas cidades turísticas”, diz a Secretária.

A expectativa do SEBRAE é aumento de 100 pessoas por dia de roteiro na cidade, que normalmente são feitos aos finais de semana.

Da subsecretaria Municipal de Comunicação e Informação