junho 16, 2009

Tratamento atual da insuficiência cardíaca é tema de palestra em Bauru

A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) Regional Bauru realiza, em 18 de junho, palestra sobre o tratamento atual da insuficiência cardíaca. O objetivo do evento é atualizar os médicos da região sobre uma das patologias com maiores índices de mortalidade.

“Hoje no Brasil e no mundo, em torno de 35 a 45% das mortes são por doenças relacionadas ao coração, nas quais a insuficiência cardíaca ocupa grande espaço. Ao longo do tempo, o tratamento evoluiu, proporcionando uma expectativa de vida maior, mas ainda é uma importante causa de internação e afastamento perante a previdência social”, explica o dr. Christiano Barros, presidente da SOCESP Bauru.

Segundo ele, os indivíduos que não morrem acometidos pela insuficiência cardíaca entram na estatística de morbidade (estado doente) e evoluem na disfunção cardíaca: o coração enfraquece, apresentando cansaço e outros sintomas que impedem o desempenho de atividades laborais.

Atualmente, a principal opção para o tratamento é ainda a medicamentosa – sobre a qual o palestrante dará enfoque -, que inclui a prescrição de 5 a 6 remédios. “Existem outras formas, como implante de marca-passo e cirurgia, mas o grande foco é a otimização do tratamento clínico”, afirma o dr. Barros.

Ainda de acordo com o dr. Barros, a maior dificuldade é saber o momento de progredir na dose do medicamento, devido principalmente à falta de conscientização do paciente e de alguns médicos, que às vezes suspendem a droga ou diminuem a dose dos remédios por causa dos efeitos colaterais que provoca.

“Apesar de a insuficiência cardíaca matar tanto quanto o câncer, eventualmente o seu tratamento não é tão rígido e efetivo. À medida que a pessoa sente tontura, fraqueza, entre outros sintomas, o médico tem a tendência de tirar o remédio. Mas aí ele não está tratando o paciente efetivamente. A família, por sua vez, tende a minimizar o problema”.

Para abordar o tema, foi convidado o dr. Antonio Carlos Pereira Barreto, diretor do Serviço de Prevenção e Reabilitação do InCor e professor associado da Faculdade de Medicina da USP.
 
Serviço
Data: 18 de junho de 2009
Horário: 19h
Gratuito
Local: Howard Johnson Hotel Bauru
Endereço: R. Luso Brasileiro, 4-44
Informações: (11) 3179-0042 / www.socesp.org.br




Powered by ScribeFire.