junho 16, 2009

USP vai retomar negociação com professores e funcionários em greve

Da Agência Brasil

O Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) e o Fórum das Seis, que representa sindicatos de professores e funcionários e entidades estudantis da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e do Centro Paula Souza (Ceeteps) têm reunião marcada para amanhã (16).

De acordo com a reitoria da USP, a pauta da reunião é a retomada das negociações entre a instituição e professores e funcionários, em greve desde 5 de maio. As negociações estão suspensas desde o último dia 25.

Amanhã professores da universidade farão um ato de repúdio à repressão na universidade”, com a participação do professor Antonio Candido e da filósofa Marilena Chauí.

A passeata organizada por estudantes, professores e funcionários, que estava prevista também para amanhã, foi transferida para a próxima quinta-feira (18). O início da manifestação está previsto para o meio-dia, no vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo). O ponto final da caminhada é o Largo São Francisco, onde será realizado o ato Universidade e Democracia.

No último dia 9, soldados da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo entraram em confronto com estudantes, professores e funcionários da USP. O conflito teve início quando a polícia dispersou os manifestantes que tentavam bloquear a entrada do Portão 1 da universidade.