julho 12, 2009

Bênção aos motoristas na Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Por Renato Fernandes

Paróquia Sagrado Coração de Jesus promove no dia 19, domingo, a tradicional “Festa de São Cristovão”. Segundo a Pastoral de Comunicação da Paróquia, o ponto alto do evento é a bênção aos motoristas, carros, motos, caminhões, bicicletas e até mesmo charretes.

A bênção ocorre no centro comunitário da igreja, que fica na Rua João de Oliveira, nº 500, no Jardim Paraíso-2. A cerimônia religiosa será celebrada às 10h30, pelo padre José Lorusso, conhecido como Padre Zezinho, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus.

A concentração de veículos acontece até as 9h30, na Avenida Professor José Pedretti Neto, em frente ao Corpo de Bombeiros de Botucatu.

A carreata percorrerá o seguinte itinerário: Avenidas Professor José Pedretti Neto, Dom Lúcio, Santana e Floriano Peixoto, percorrendo também as ruas: Tenente João Francisco, Bráz de Assis, Prof. Rafael Laurindo e Lourenço Carmelo.

Após a benção dos veículos, será realizado um almoço com churrasco, em homenagem aos motoristas e suas famílias. Para participar é necessário fazer reserva pelos telefones: (14) 3815-5584 e 3882-0297.

Para a realização deste tradicional evento, a Comissão Organizadora conta com a colaboração das Polícias Militar, Civil e Rodoviária e também da Guarda Civil Municipal, que garantem a segurança da logística planejada, dando tranquilidade ao participante.

O Santo - São Cristóvão é o protetor dos motoristas e dos viajantes. Viveu provavelmente na Síria e sofreu o martírio no século III. "Cristóvão" significa "Aquele que carrega Cristo" ou "porta-Cristo". Seu culto remonta ao século V. De acordo com uma lenda, Cristóvão era um gigante com mania de grandezas.

Ele supunha que o rei a quem ele servia era o maior do mundo. Veio a saber, então, que o maior rei do mundo era Satanás. Colocou-se pois, a serviço deste. Informando-se melhor, descobriu que o maior rei do mundo era Nosso Senhor.

Um ermitão mostrou-lhe que a bondade era a coisa mais agradável ao Senhor. São Cristóvão resolveu trocar a sua mania de grandeza pelo serviço aos semelhantes. Pôs-se a baldear pessoas, na travessia de um rio. Uma noite, um menino pediu-lhe que o transportasse, à medida que caminhava no rio, o peso aumentava.

Diante de seu espanto, o menino lhe disse: "Tiveste às costas mais que o mundo inteiro. Transportasse o Criador de todas as coisas. Sou Jesus, Aquele a quem serves".