agosto 06, 2009

Docente da FM/Unesp será homenageada em congresso mundial de Obstetrícia

A professora Marilza Vieira Cunha Rudge, docente da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) e pró-reitora de Pós-Graduação da mesma universidade, foi indicada pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia para ser homenageada durante o XIX Congresso Mundial de Ginecologia e Obstetrícia, que será realizado entre os dias 4 e 9 de outubro, em Cape Town, na África do Sul. Ela será a única médica brasileira a ter o reconhecimento durante o evento por sua atuação na área.

“Estou em estado de graça, fiquei muito feliz”, afirma ela, que completou mais um ano de vida dia 6 de agosto. Professora Marilza conta que tão logo soube da homenagem fez questão de compartilhar a notícia com sua família e também com a equipe de Obstetrícia da FMB. “É um grande estímulo, um reconhecimento por anos de trabalho. Para a Faculdade de Medicina também é muito importante, já que tudo que desenvolvi nesta área foi dentro da instituição”, destaca ela, que admite ser este um dos principais prêmios de sua carreira.

O evento deve reunir especialistas de todo o mundo, que tiveram trabalhos significativos, em especial na área da pesquisa em Obstetrícia e Ginecologia. No caso da professora Marilza, seus estudos sobre a diabete na gravidez, tanto no âmbito clínico quanto experimental, a fizeram referência no assunto.

Já na área assistencial, a grande contribuição da docente foi na hierarquização nos atendimentos de partos e pós-partos, diminuindo as mortes dos bebês logo após o nascimento. “Também tenho muito orgulho da minha história como docente. Hoje, por exemplo, todos os professores do Departamento de Obstetrícia da FMB foram meus alunos”, ressalta.

O XIX Congresso Mundial de Ginecologia e Obstetrícia é o maior encontro de obstetras e ginecologistas do mundo. Em 2006, o evento reuniu mais de 6 mil delegados vindos de 120 países. A expectativa é que esse número seja superado em 2009.

Quem é a homenageada: Professora Marilza possui graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (1969), residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo (1970-1972), doutorado em Ciências pela Faculdade de Ciências Médicas - Unicamp (1976).

É livre-docente em obstetrícia (1984) e professora titular de Obstetrícia (1992) na Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp. É pró-reitora de pós-graduação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho desde 2005. Tem experiência de pesquisa na área de Medicina, com ênfase em Saúde da Mulher, atuando principalmente nos seguintes temas: diabete e gravidez, hipertensão e gravidez e substâncias tóxicas persistentes no binômio mãe-feto. Tem participado de inúmeros trials internacionais em obstetrícia . Publicou mais de 300 trabalhos em revistas nacionais e internacionais .

Sobre a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp
Referência brasileira e internacional em ensino, pesquisa e extensão, a Faculdade de Medicina de Botucatu oferece cursos de graduação em Medicina Humana e Enfermagem, 36 programas de residência médica, 53 de aprimoramento profissional, 8 de pós-graduação e 2 de mestrado profissionalizante. Na graduação, o curso de Medicina Humana oferece 90 vagas e o de Enfermagem 30. Juntos reúnem 284 docentes e 1.475 servidores

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp