agosto 25, 2009

Prospecta promove 1º Café Tecnológico

A Propecta – Incubadora Tecnológica de Botucatu promoverá no dia 29 de setembro seu 1º Café Tecnológico, reunindo empresas pré-residentes, residentes, associadas e graduadas, além de parceiros e convidados.

O objetivo é promover a integração entre as empresas assistidas pelo Programa, com a divulgação de seus produtos e serviços, parceiros (Prefeitura Municipal de Botucatu, Sebrae-SP, FCA/Unesp e Fepaf) e comunidade (entidades, outras faculdades e universidades, empresas e órgãos públicos).

O evento acontecerá na Central de Aulas da FCA (Fazenda Lageado) e começa às 8h30. A abertura será feita pelo gerente da Incubadora, Antonio Vicente da Silva, que fará uma apresentação sobre a Prospecta e abordará aspectos da Lei Paulista de Inovação. Em seguida, as empresas residentes da Prospecta farão uma breve apresentação de seus produtos e serviços. No final, haverá espaço para troca de informações e networking entre os participantes.

De acordo com Antonio Vicente, a realização do 1º Café Tecnológico faz parte da estratégia da Incubadora para divulgação das suas ações, do trabalho realizado pelas empresas e, principalmente, de aproximação entre a Incubadora, parceiros e comunidade. “A Prospecta vive um momento especial de consolidação, com o apoio a projetos altamente inovadores que têm recebido aportes financeiros significativos de instituições de fomento. Isso é bom para a economia local, para a comunidade científica e para o sucesso da Incubadora”, ressaltou.

Para o gerente, o bom momento da Prospecta pode ser comprovado com a aprovação, na primeira fase, de todos os projetos inscritos no Programa Prime (Primeira empresa inovadora, da FINEP). “Isso não significa que todos os projetos receberão recursos, mas é uma mostra da seriedade e empenho de nossos empreendedores”, afirmou. Complementando, Vicente destacou que considera importante que Botucatu conheça a Incubadora e acompanhe os resultados das ações. “Nossa missão é estimular empreendimentos inovadores nas áreas de agronegócios, biotecnologia e meio ambiente incentivando a transferência do conhecimento da Universidade em produtos e serviços inovadores e competitivos e contribuir para o desenvolvimento social e econômico da região, valorizando a tecnologia nesses segmentos”, conclui.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF