outubro 28, 2009

Bisneta do presidente Prudente de Moraes está morando em Botucatu

Por Renato Fernandes

Mariana Teixeira de Assumpção (foto)  tem 93 anos, e atualmente reside em uma casa de repouso próxima ao Teatro Municipal de Botucatu, na Rua Djalma Dutra. Além de manter as atividades intelectuais da leitura e escrita, a idosa também se lembra com nostalgia da infância, em especial do período em que estudou no Colégio dos Anjos, atual Santa Marcelina, na década de 1920.

“Minha mãe era enfermeira em São Paulo, e viemos para Botucatu para que ela trabalhasse na Santa casa de Misericórdia. Na Capital, estudava no Colégio Santana, onde fiz o  primário. Em Botucatu, ela me colocou como interna no Colégio dos Anjos, na época tinha 12 anos”, diz.

Entre as peculiaridades da personalidade, estão a paixão pelo ofício da Contabilidade e o fato de ser bisneta direta do primeiro presidente civil do País, Prudente de Moraes e do professor e músico Gustavo Teixeira de Assumpção. “Não me lembro deles. Os dois faleceram quando ainda era muito pequena. Mas, sei a importância que meu bisavô teve na história”, coloca.

Mariana não sabe especificar quanto tempo permaneceu na Cidade, e utiliza um caderno, onde anota as lembranças de sua vida, para narrar histórias de sua vida. Consultando as folhas, explica que sua vida profissional teve início em Tietê. “Minha mãe conversou comigo e disse que precisava arrumar um trabalho, que a situação não estava fácil. Andando pelas ruas da Cidade encontrei uma conhecida que me convidou a trabalhar no Laticínios de Tietê, como contadora. Ela era casada, com filhos, e precisava de alguém de confiança para ocupar essa função”.

Mariana se despediu da reportagem recitando poemas em francês, e anunciou o seu desejo de voltar para o litoral, em Praia Grande, onde residia antes de retornar para Botucatu, há aproximadamente 5 anos. “A cidade é fria, quero voltar para a Praia Grande, onde tenho um apartamento”, disse.