outubro 28, 2009

CCI da FCA/Unesp é premiado pelo Selo Aqui Se Brinca

O Centro de Convivência Infantil (CCI) da Fazenda Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, foi premiado como uma das cinco escolas com as melhores práticas do brincar pelo “Selo Aqui Se Brinca”, iniciativa da OMO e do Instituto Sidarta, que reconhece escolas com trabalhos diferenciados voltados para as práticas do brincar em prol do desenvolvimento infantil.

O CCI do Lageado concorreu com 1.739 instituições de ensino, entre escolas públicas e privadas, de Ensino Infantil e Ensino Fundamental de todo o Estado de São Paulo. Pela conquista, o CCI e as outras quatro escolas premiadas receberão um parque educativo no valor de 15 mil reais.
Centro de Convivência Infantil da FCA/Unesp fica entre as cinco escolas com as melhores práticas do brincar, selecionadas entre 1.739 instituições de ensino de todo o Estado de São Paulo inscritas no projeto
A cerimônia de premiação, realizada na terça-feira, 27 de outubro, em São Paulo, contou com a participação da supervisora do CCI do Lageado, Sueleni Villas-Bôas; de Paulo Roberto Arbex, professor da FCA e presidente da Comissão de Pais, além de representantes do grupo de educadores do CCI. “É uma satisfação obter o reconhecimento de que o CCI do Lageado caminha na direção certa quando garante às crianças o direito de vivenciar a infância em sua plenitude”, comemorou Sueleni.


O processo de seleção do qual o CCI participou teve várias etapas. A princípio, houve o preenchimento de um extenso questionário sobre estrutura, funcionamento e prática pedagógica da escola, além de suas concepções sobre o brincar, a infância e o meio ambiente. Posteriormente, foi solicitado o envio de um vídeo de 10 minutos e 20 fotos sobre a prática do brincar e o cotidiano da creche. Em uma última etapa, um representante do Selo esteve no CCI realizando entrevistas e checando os dados enviados pela escola.

O prêmio foi entregue à escola pelos representantes de OMO. Na cerimônia também estavam presentes representantes das 34 escolas selecionadas para a fase final da premiação; especialistas em educação; o presidente da Unilever Brasil, Kees Kruytoff; funcionários da Unilever; parceiros da iniciativa e representantes da Secretaria Estadual de Educação.

De acordo com a diretora de marketing de higiene e limpeza da Unilever, Priya Patel, a iniciativa visa reconhecer, estimular e dar visibilidade ao brincar, que é a atividade principal e mais completa de aprendizado na infância. “O objetivo é ir além do âmbito teórico e sensibilizar as escolas sobre o tema, gerando oportunidades para que elas façam ainda mais pelas crianças”, ressalta.

As inscrições tiveram início em junho deste ano. Para a seleção das escolas finalistas e com as melhores práticas foram convidados especialistas da área de educação e do tema brincar, entre eles Renata Meirelles, Marcos Ferreira Santos, Lourdes Atié, Marilena Flores e Giovana Barbosa.

Os critérios de avaliação do prêmio foram pautados nos quatro pilares fundamentais do brincar defendidos por OMO: direito de brincar; direito de aprender por meio da experiência e de brinquedos não estruturados; direito de estar em contato com a natureza; e direito de exercer os princípios da sustentabilidade.

Foram consideradas escolas que brincam as que promovem atividades permanentes e continuadas do brincar, criam soluções criativas e eficazes para transpor obstáculos e têm o brincar como tema de formação continuada de seus educadores.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF