outubro 07, 2009

McDonald's comemora Dia do Fundador com executivos servindo aos clientes

Na quarta-feira, dia 7, o McDonald's comemora o Dia do Fundador em restaurantes do Brasil. Para homenagear Ray Kroc, que fundou a rede em 1955, executivos, funcionários dos escritórios, fornecedores e parceiros comerciais poderão voluntariamente inscrever-se para operar do outro lado do balcão, percorrendo as instalações internas e vivenciando um pouco do universo e padrões criados por Ray Kroc.

O Dia do Fundador é celebrado na primeira semana do mês de nascimento de Ray Kroc, que ocorreu em 4 de outubro de 1902, em Illinois, nos Estados Unidos. Até os 52 anos, Ray Kroc vendia máquinas de milk-shake, e foi assim que conheceu o restaurante dos irmãos McDonald. Logo reconheceu o potencial do negócio e o comprou, fundando o primeiro restaurante McDonald's em 1955.

De origem humilde e filho de imigrantes tchecos, Ray Kroc sempre destacou a importância de se manter fiel aos princípios e aos valores pessoais, como a determinação e a persistência, que nortearam sua própria experiência profissional. Até fundar o McDonald's, ele desempenhou papéis como pianista de jazz, corretor de imóveis e vendedor de copos descartáveis e de máquinas de milk-shake. Durante a Primeira Guerra Mundial, foi motorista de ambulância, junto com Walt Disney.

Ray Kroc é reconhecido como o gênio por trás da marca McDonald's, tendo resumido o lema da empresa desde o seu primeiro dia de atuação em quatro letras: QSLV - Qualidade, Serviço, Limpeza e Valor Justo. Exigindo padronização em todos os processos para assegurar esses atributos, Kroc foi um dos primeiros a apostar no conceito das universidades corporativas, criando a "Universidade do Hambúrguer" em 1961. Hoje a rede mantém sete universidades desse tipo no mundo, sendo uma no Brasil, onde a empresa investe um montante de mais de R$ 40 milhões ao ano, sendo uma das empresas que mais investem no treinamento de funcionários no Brasil.

Assim Kroc conseguiu com que a empresa crescesse sem perder seus altos padrões, que colocavam o cliente em primeiro lugar e exigiam que fosse oferecida uma experiência única a cada visita. Ele também foi pioneiro em divulgar a lista dos ingredientes dos produtos que a rede vendia. Logo o McDonald's se tornou a primeira empresa de restaurantes de abrangência nacional nos Estados Unidos. A partir de 1967, Ray Kroc fez com que ela fosse a pioneira na conquista global, com a inauguração dos primeiros restaurantes em Porto Rico e no Canadá. A chegada ao Brasil ocorreu em 1979. Hoje a empresa está presente em 118 países.

Numa época em que não se falava em responsabilidade social, Kroc já antecipava o conceito afirmando que "o McDonald's tem por obrigação dar de volta às comunidades onde operamos parte do que ela nos dá". Sob esse lema foram criadas as Casas Ronald McDonald, em 1974, que oferecem estadia, transporte e hospedagem gratuitos às crianças e adolescentes com câncer em todo o mundo. A Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro foi a primeira inaugurada na América Latina e hoje já existem três delas no país. O McDia Feliz é a maior campanha em prol das crianças com câncer e já doou mais de R$ 100 milhões para instituições brasileiras.

Quando Ray Kroc morreu, em 14 de janeiro de 1984 na cidade de San Diego, o sucesso da rede já estava consolidado. Havia mais de 7.500 restaurantes no mundo, com vendas anuais de mais de US$ 8 bilhões. Para manter viva essa história, a rede criou o McDonald's Museum no lugar onde foi aberta o "restaurante número 1" por Ray Kroc, e comemora todos os anos o Dia do Fundador em sua memória.

Passados 25 anos da morte de seu fundador, e mantendo-se fiel a seus princípios, a marca McDonald's é hoje a sexta mais valiosa do mundo, de acordo com o último ranking da consultoria Interbrand. A empresa é reconhecida como uma das melhores empresas para trabalhar em mais de 30 países (a maioria onde o ranking é realizado) e como uma das mais sustentáveis do mundo pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade, que integra há vários anos.

Em 2008, o McDonald's foi a empresa mais bem-sucedida de seu setor, com crescimento global de 7% nas vendas, um desempenho ainda mais significativo, considerando-se o cenário de crise que ronda seus maiores mercados. No Brasil, a empresa é a líder do setor, com mais de 40% de participação de mercado, segundo o último levantamento realizado pela Fundação Getúlio Vargas.

O negócio criado por Ray Kroc, que era baseado na padronização das instalações, dos produtos e dos processos, deu espaço a um modelo mais flexível, capaz de atender às necessidades dos clientes surgidas com o passar do tempo e com as características de cada localidade. Dessa maneira, o cardápio passou a incorporar itens como saladas, sucos, frutas como maçã, vegetais como as "Cenouritas" e produtos especiais para o horário do café da manhã e para o McCafé, com cada vez mais variadas opções para uma alimentação de qualidade, nutritiva e saudável.

Uma evolução que Ray Kroc já previa, alguns anos antes de morrer, com seu espírito visionário e empreendedor: "Não sei o que nós do McDonald's estaremos vendendo daqui a 50 anos. Mas tenho certeza de que, seja lá o que for, seremos os líderes mundiais do setor".

Sobre o McDonald's Brasil

A marca McDonald's é líder no segmento de alimentação fora de casa e conta com 566 restaurantes e 58 unidades de McCafé. Há 30 anos atuando no Brasil, a rede está presente em 140 cidades, localizadas em 23 estados e no Distrito Federal. A marca McDonald's é operada pela empresa Arcos Dourados, de capital latino-americano e detentora da maior franquia McDonald's no mundo, com 1.700 restaurantes distribuídos em 19 países da região. Em 2008, foram atendidos 1,6 milhão de clientes no Brasil, com faturamento de R$ 3,3 bilhões, que representou um crescimento de 22% em relação ao ano anterior. Esses números garantiram a primeira posição em vendas no país e a oitava posição no ranking global da corporação. A rede é uma das maiores empregadoras privadas do Brasil, com mais de 48 mil funcionários, e uma das que oferecem mais oportunidades de primeiro emprego especialmente para jovens entre 16 e 20 anos de idade. Foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar pelos dois principais indicadores desse quesito no país em 2009.