novembro 13, 2009

Praças de Pedágio começam a operar na terça-feira, na região de Botucatu

Após a conclusão do Programa Intensivo Inicial (PII) – um investimento de 16,5 milhões de reais –, a Concessionária Rodovias do Tietê está autorizada pela ARTESP a iniciar a operação das novas praças de pedágio instaladas nas rodovias do Corredor Marechal Rondon, trecho Leste.

O pedágio é o principal recurso para ampliar e modernizar a malha concedida do Estado de São Paulo, o que inclui obras, serviços e manutenção. Segundo o ranking elaborado anualmente pela Confederação Nacional dos Transportes as rodovias paulistas sob concessão estão entre as melhores do país.

A cobrança terá início à zero hora da próxima terça-feira, dia 17 de novembro de 2009, conforme tabela abaixo. (Clique para ampliar a tabela)


Ao longo da concessão serão investidos 1,3 bilhão de reais em obras de ampliação, operação e modernização das rodovias. Nos seis primeiros meses de concessão foram realizadas as melhorias e serviços que fazem parte do Programa Intensivo Inicial: recuperação de pavimento, adequação das sinalizações horizontal e vertical, instalação de equipamentos de monitoração e implantação de serviço de atendimento ao usuário (guinchos e ambulâncias). A concessionária também ficará responsável pela manutenção de 202 quilômetros de estradas vicinais, desonerando as Prefeituras desse custo.


Entre as obras viabilizadas pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, destacam-se:

duplicação da Rodovia do Açúcar (SP 308) de Salto à Rio das Pedras;
duplicação da SP 101 de Campinas à Rafard;
duplicação da Rodovia Marechal Rondon no trecho de Laranjal Paulista;
construção do Contorno de Piracicaba na Rodovia do Açúcar.

Ao todo serão duplicados 100 quilômetros de rodovias, construídos 148 quilômetros de acostamentos, 87 quilômetros de faixas adicionais, 73 quilômetros de vias marginais, 24 passarelas e 27 dispositivos de acesso e/ou retorno.

Corredor Marechal Rondon Leste

Com uma malha total de 444 quilômetros, o lote é composto pelos seguintes trechos rodoviários:

SP 300 - Rodovia Marechal Rondon - início do trecho no km 158,6, Tietê; final do trecho no km 336,5, no entroncamento com a SP-225, Bauru;

SP 101 - início do trecho no km 0, Campinas; final do trecho no km 71,2, no entroncamento com a SP-127, km 71,8, Tietê;

SP 113 - início do trecho no km 0, no entroncamento com a SP-300, km 156,9, Tietê; final do trecho no km 14,4, no entroncamento com a SP-101, km 58,5, Rafard;

SP 209 - início do trecho no km 0, no entroncamento com a SP-280, km 210,3, Itatinga; final do trecho no km 21, no entroncamento com a SP-300, Botucatu;

SP 308 - início do trecho no km 102,2, Salto; final do trecho no km 162, no entroncamento com a SP-304, Piracicaba;

contorno de Piracicaba - total de 8,9 km.

O telefone de atendimento ao usuário da Concessionária Rodovias do Tietê é 0800.770.3322.

Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo

O Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo teve início em 1997 com a concessão de 3,5 mil quilômetros de rodovias, divididos em 12 lotes. Os investimentos já realizados na malha dessa 1ª  Etapa somam 16 bilhões de reais. O principal resultado do Programa são viagens muito mais confortáveis e seguras: o índice de mortos nas rodovias concedidas está 40,5% menor em relação ao ano de 2000.

Em 2007 o Governo do Estado de São Paulo iniciou a 2ª Etapa do Programa. Foram selecionados cinco corredores rodoviários e o Trecho Oeste do Rodoanel Mário Covas, totalizando 1.747 quilômetros. Esta nova etapa garante investimento de 7,4 bilhões de reais nas rodovias estaduais. Além disso, as concessões geraram 5,5 bilhões de reais em outorga, verba que está sendo aplicada no restante da infraestrutura rodoviária do Estado.

"Homenagem" do blog ao Pedágio