novembro 27, 2009

SP promove III Encontro Paulista de Hip Hop

Ainda nas comemorações do Mês da Consciência Negra, a Secretaria da Cultura realiza a terceira edição do Encontro Paulista de Hip-Hop, no dia 28, no Memorial da América Latina, das 11h às 21h. Serão realizados fóruns de debates, oficinas, workshops, contação de histórias, performance de DJs e shows.

"A proposta é discutir o Hip Hop e contribuir para a visibilidade da sua cultura, materializada, principalmente nas expressões artísticas da dança, do grafite, da música e da poesia falada", afirma Márcio Santos da Silva, Assessor Especial de Projetos para Hip Hop da Secretaria da Cultura.

Seguindo o mote deste III Encontro, no auditório Simon Bolívar, das 12h às 13h30, acontece o debate Uma Cultura pela Vida. A idéia é discutir o poder de transformação, as conquistas, a trajetória e o crescimento do Hip Hop, que surgiu nos guetos de Nova York e ganhou o mundo. Entre os shows, o destaque vai para o show do grupo Rota de Colisão e dos rappers Max B.O. e Emicida, às 20h.
Evento reúne DJs, MCs, Grafiteiros e B. Boys para se em apresentações, debates e possibilidades de interação com o público
Ao longo do dia 28, serão promovidos debates em uma grande tenda armada do lado de fora do Memorial, chamada Baobá, com capacidade para 500 pessoas. No local, serão realizados debates sobre saúde e sexualidade e sobre a questão dos direitos humanos, com o objetivo de promover a troca de experiências e a discussão de temas que dizem respeito aos jovens. Destacam-se as presenças da Dra. Albertina Duarte, Coordenadora do Programa de Saúde da Adolescência da Secretaria Estadual de Saúde, e do jornalista Caco Barcellos.

Como um dos objetivos do III Encontro é promover a interação entre a juventude e os artistas que lutaram para que o Hip Hop fosse reconhecido como arte, haverá, na arena, das 13h30 às 14h30, uma homenagem ao Hip Hop da estação São Bento.

Vale chamar a atenção para o inusitado encontro do RAPentinaMENTE com a presença de Emicida e Max B.O e dos repentistas Peneira e Sonhador, das 16h15 às 17h15. A proposta é promover a troca de experiências sobre improvisação.

Os pequenos também têm espaço na programação do Encontro. O foyer do Memorial se transformará no espaço Erê, com oficinas de breaking e contação de histórias para crianças de 5 a 12 anos. Das 18h30 às 19h30, o espaço é dedicado às mulheres. Priscila Fênix convida Flor do Guetto, Janaína Teodoro, Lisa Bueno e Anarkia para um bate-papo sobre as conquistas femininas na sociedade no espaço chamado Casa da Mãe Joana.

Confira aqui a programação completa




Empregos Manager Online