novembro 19, 2009

Vigilância Sanitária de Bauru alerta para possível golpe na Cidade

A Divisão de Vigilância Sanitária, órgão da Secretaria Municipal de Saúde, alerta para um possível golpe que teria sido aplicado contra um morador da Vila Souto. Segundo o diretor da DVS, Flávio Tadeu Salvador, o munícipe recebeu uma suposta notificação em papel sulfite, emitida por duas pessoas que se diziam funcionários da Prefeitura, dando conta de que ele teria 30 dias de prazo para remover objetos cortantes do muro da residência, caso contrário, seria multado pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) em R$ 1.500,00.

Segundo Flávio Salvador, há uma série de irregularidades neste caso: os nomes que aparecem na suposta notificação não fazem parte dos quadros de funcionários da Prefeitura; o CCZ não fiscaliza este tipo de problema; quando atua na sua área, só emite documentos oficiais com identificação do Órgão e assinados por servidores, que estão sempre identificados com crachá, carimbo com nome, RG, matrícula e o cargo que ocupa.

Quem receber a suposta notificação deve procurar a polícia e fazer um boletim de ocorrência para a preservação de direitos ou ligar para a Divisão de Vigilância Sanitária, telefone 3235-1449.

Do site oficial da Prefeitura de Bauru