dezembro 04, 2009

Botucatu já começou ações para implantar Pró Criança

Os técnicos da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal estiveram em Botucatu nesta semana para diagnosticar a situação do município para implantação do projeto de Desenvolvimento Infantil. Por meio de entrevistas, os especialistas analisaram profissionais botucatuenses que atuam com pré-natal, parto, puericultura, puerpério e educação infantil, como também com famílias grávidas e pais e mães que possuem filhos menores de 1 ano.

Com o resultado das entrevistas, será possível montar o plano para implantação do projeto na cidade, desenvolvido pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal com apoio municipal. Botucatu está entre as 6 cidades do interior paulista que foram selecionadas para receber recursos do órgão para desenvolvimento do projeto integrado, nas áreas de saúde, educação e assistência social.

De acordo com a representante do comitê técnico, Isabel Giglioli, o objetivo do projeto é potencializar as possibilidades da criança desde a concepção até os 3 anos de idade, apoiando pais, cuidadores e profissionais. “ Investir nesta faixa etária significa prevenir questões sociais, pois estão diretamente relacionadas com a qualidade dos cuidados que um indivíduo recebe nos primeiros anos de vida”, explica.

Botucatu assinou convênio com a FMCSV no último dia 4 de novembro, desde então, as equipes municipais estão sendo preparadas para implantação do projeto. Em 26 e 27 de novembro, o órgão promoveu um workshop internacional para incentivar a comunicação e publicidade nos municípios. A jornalista Mirella Bergamo, o representante do comitê estratégico Osíres Pinto e a representante do comitê técnico Isabel Giglioni participaram das atividades.

A próxima etapa para execução do Pró Criança está prevista para janeiro, quando será realizada aula inaugural pelo coordenador técnico do programa da FMCSV, o neurologista Saul Cypel. O evento será aberto a todos os interessados em conhecer detalhes do projeto.



Empregos Manager Online