dezembro 30, 2009

Em Laranjal Paulista, distribuição de prêmios no Natal vai parar na justiça

A distribuição de prêmios realizada pela Associação Comercial de Laranjal Paulista gerou polêmica e confusão.

Intitulada de “Natal 0 km”, a campanha desenvolvida pelo comércio de Laranjal Paulista ofereceu vários prêmios, entre eles, televisores, moto e um veículo zero km.

Segundo a Associação Comercial de Laranjal Paulista um dos itens do regulamento estabelecia que “lojistas participantes não poderiam concorrer’.

O sorteio foi realizado no último dia 23 de dezembro e o sr.  Anderson Maciel Roso, pecuarista, residente no distrito de Maristela, foi o ganhador do veículo zero km. Realizou uma compra no dia 12 de dezembro e seu cupom foi sorteado.

Depois de comunicado do sorteio, o premiado foi surpreendido com a informação de que não receberia o carro porque sua esposa tem o nome na razão social de uma das lojas da cidade de Laranjal Paulista.

Inconformado, Anderson Maciel Roso constituiu o advogado José Roberto Pereira, de Botucatu, para defender seus direitos.

Por telefone, o advogado Pereira informou que seu cliente “não é e  nunca foi lojista, logo não estava impedido de participar da premiação”. Disse que já está tomando as providências junto a polícia e a Justiça de Laranjal Paulista buscando fazer com que o veículo seja entregue ao legítimo contemplado.



Empregos Manager Online