dezembro 03, 2009

Senado inclui “Playboy” e gibis no Vale-Cultura

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou ontem, de forma preliminar, a proposta do governo que institui o Vale-Cultura.

A ideia é dar um benefício de R$ 50 para que trabalhadores gastem em atividades ou produtos culturais. O empregador distribui o cartão e deduz o valor do Imposto de Renda.

A votação causou polêmica porque uma emenda, apresentada ontem, incluiu livros, jornais e revistas entre os produtos que podem ser comprados.

A matéria foi aprovada com a emenda, apesar do questionamento de senadores se revistas como a “Playboy” e gibis estariam incluídos. Ela ainda pode ser alterada no plenário. Depois, volta à Câmara.

Comunicação Social do Ministério da Cultura




Empregos Manager Online