março 03, 2010

Livro “Flor-de-Lis” será lançado sexta-feira

Na sexta-feira (5), a Escola Dr. Cardoso de Almeida receberá o lançamento do livro “Flor de Lis - Memorial do Grupo Escolar Dr. Cardoso de Almeida” (foto), em solenidade marcada para as 16 horas.
A obra é de autoria da escritora Anna Creuza Zorzella Zacharias, e fala a respeito dos primórdios da escola, com capítulos dedicados à criação da instituição de ensino, a construção do prédio, o patrono, professores nomeados entre as décadas de 1910 e 1950, entre outros temas.


O trabalho é amplamente ilustrado com imagens inéditas de autoridades e a arquitetura da praça e interior da escola.
As pesquisas que resultaram no livro fazem parte de um trabalho voluntário  (Amigos da Escola), desenvolvido por Anna Creuza junto à escola.

A escola - Criado em 1895 o Grupo funcionou provisoriamente em um prédio adaptado na Rua Cesário Alvim [atual Rua João passos], entre a Coronel Fonseca e a Siqueira Campos.

Em 27 de julho de 1.895 o Vereador João Francisco de Freitas indicou a desapropriação da área julgada ideal para a construção de seu prédio próprio.

Foi assim que José Rodrigues Franco, em 1895, recebeu sete mil e trezentos réis pelo terreno que ia da Rua São João [atual Rua Velho Cardoso] à Rua 25 de março [atual Rua Monsenhor Pascoal Ferrari]. Mas, achando pouco o valor da desapropriação, Franco demandou e ganhou mais dois contos e trezentos mil réis.

A planta do edifício foi concebida sob a assinatura do Arquiteto francês Victor Dubugras, o que explicava a antiga flor de lis imposta ao frontão do soberbo edifício em estilo gótico, modificada posteriormente por uma reforma deformadora. A construção do edifício coube ao Empreiteiro Francisco Antunes de Almeida.

Sua inauguração ocorreu em Setembro de 1896, recebendo 369 alunos, dos quais 193 eram meninas, sob a direção do Prof.º Benedito Maria Tolosa.

Foi considerado em sua época o prédio mais bonito da cidade. Sua construção era requintada e cheia de detalhes. Para se ter uma idéia, as telhas foram importadas da França, mais precisamente da olaria 'Henry Sacoman & Fredes - Marseille'.

www.guiadebotucatu.com.br