março 31, 2010

Unesp e Faculdade de Medicina promovem curso sobre saúde do trabalhador em Botucatu

Representantes das Seções Técnicas de Saúde (STS) e de Recursos Humanos de todas as unidades da Unesp participam entre hoje e amanhã, 31 de março e 1º de abril, do primeiro módulo de dois cursos de extensão sobre segurança e saúde do trabalhador que serão realizados durante o ano. A primeira etapa do evento se concentra no anfiteatro do Instituto de Biociências de Botucatu/Unesp.


A intenção é que tanto os funcionários das seções técnicas de saúde quanto aqueles que atuam no Recursos Humanos, sejam capacitados para lidar com as diversas situações envolvendo a saúde do trabalhador. O foco principal será: saúde do trabalhador, legislação e perícias médicas.

Professor Sérgio Swain Müller, presidente do Grupo Administrativo do Campus (GAC) e diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), explica que o treinamento possibilitará maior organização do trabalho, menos assédio moral, menos absenteísmo, entre outros problemas recorrentes no ambiente profissional. Professor Müller ressalta considerar fundamental a capacitação dos trabalhadores que tratam diretamente de questões ligadas à saúde do trabalhador.
Tanto os funcionários das seções técnicas de saúde quanto de RH serão capacitados para lidar com as diversas situações que envolvem a saúde do trabalhador
“Só assim a universidade será ainda melhor e poderá cumprir seu papel. É um privilégio para quem puder participar desse curso”, comenta. Ele aproveitou para citar que já está em discussão na FMB a implantação de atendimentos psicológicos e psiquiátricos, que poderão servir de modelo para toda a universidade.

O coordenador geral do Programa Geral de Segurança e Saúde do Trabalhador (PGSST) da Unesp, Dr. Walnei Fernandes Barbosa, presente no evento, frisa que através do treinamento, profissionais de RH e das seções técnicas de saúde serão capazes de falar a mesma língua. “O trabalhador precisa receber a mesma orientação quando procurar o RH ou a STS”, declara.

Dr. Walnei anunciou que já se encontra em análise, na Unesp, o projeto de criação da Coordenadoria de Saúde e Ambiente. O novo órgão servirá para facilitar, de maneira permanente, os trâmites administrativos relacionados à saúde do trabalhador. “Geralmente, os programas são criados para tratar questões pontuais e depois são extintos. Nós trabalhamos para que, com a coordenadoria, a preocupação com a saúde do trabalhador seja algo permanente. Teremos mais assistência e respaldo”, afirma.

A organização dos cursos, que serão realizados mensalmente em Botucatu, é do Grupo Técnico de Desenvolvimento em Recursos Humanos (GTDRH) da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp em parceria com a Coordenadoria de Recursos Humanos da Reitoria. Haverá parceria com os departamentos de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria; e Saúde Pública da FMB. Participaram da abertura dos trabalhos as professoras Florence Kerr Correa e Maria Cecília Pereira Binder, respectivamente representando esses departamentos e o professor Ramon Kaneno, do IB.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp