março 23, 2010

Viviane Mosé propõe mudança de valores na educação

“Se uma biblioteca inteira cabe num pen drive, porque precisamos acumular dados na nossa memória? Por que nosso pensamento não pode se dedicar à reflexão? Precisamos valorizar uma atitude de pensamento crítico”. Essa foi a opinião apresentada pela filósofa, psicóloga e psicanalista Viviane Mosé durante a palestra “O valor da mudança”, realizada no dia 17 de março no Auditório da Fazenda Lageado.
O evento, que reuniu mais de trezentas pessoas, fez parte do projeto Luz no Câmpus, ciclo de conferências sobre temas filosóficos promovido pela Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf).

Utilizando conceitos dos filósofos Nietzsche e Espinoza, Mosé propôs uma reflexão ampla sobre vários temas e conceitos que, no seu modo de ver, precisam ser transformados. A necessidade da mudança de paradigmas na educação foi um dos assuntos abordados por ela. “É fundamental aglutinar o pensamento em centros cada vez maiores e mais amplos, acabar com a segmentação, pois estamos num mundo de conexões, de redes e não mais num mundo de oposições. Quanto mais vínculos, quanto mais múltipla a relação dos campos mais ela está estruturada na sociedade”.



O panorama do ensino universitário mereceu destaque na fala da palestrante. “A universidade ainda se sustenta no isolamento, gosta dele e não tem muita coragem de se colocar em questão. A universidade sempre colocou a sociedade em questão, com toda a razão, pois ela é um centro de pensamento e esse é seu papel. Mas ela também precisa se colocar radicalmente em questão. A universidade, da forma em que está, não privilegia a criatividade e a inovação. Nós vivemos no século do conhecimento e da inovação e a universidade ainda valoriza muito a repetição e o acúmulo de dados”.

Viviane Mosé foi responsável em 2005 e 2006 pelo quadro “Ser ou Não Ser”, no Programa Fantástico da TV Globo, que apresentava temas de filosofia com uma linguagem cotidiana.

A palestrante é mestre e doutora em filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro e atuou como professora na Universidade Federal do Espírito Santo, na Faculdade de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Vitória, no Instituto de Formação em Psicanálise e na Pós-Graduação da Sociedade Pestalozzi, do Estado do Rio de Janeiro.

Assessoria de imprensa - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp - câmpus de Botucatu/SP - Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - Fepaf