abril 06, 2010

Centro Cultural de Botucatu sedia exposição de Quadrinhos

O Centro Cultural de Botucatu receberá, nos dias 8, 9 e 11 de abril, uma exposição de quadrinhos promovida pela gibiteria e sebo Avalon. A intenção, segundo Irani Celeste, sócia proprietária da gibiteria, é garantir uma opção de lazer, conciliando o incentivo ao hábito de ler quadrinhos, à atividades culturais paralelas, como workshops, oficinas e palestras. “Além de apresentarmos títulos diversos, também propiciaremos, oficinas culturais e outras atividades gratuitas para a população”, diz.

O cronograma de atividades ainda não foi definido, entretanto a empresária  antecipa a promoção de oficinas de poesia, yoga, Lian Gong, entre outras atividades que ainda estão em negociação. “Queremos fechar um leque amplo de eventos”, ressalta.

Os visitantes da mostra encontrarão estantes divididas em temas específicos, como: histórias em quadrinhos que se tornaram filmes, adaptações referentes à história do Brasil,   internacionais e clássicos da literatura. “As histórias em quadrinhos são expoentes culturais. Atualmente elas servem de referência para o cinema e  se tornaram um importante veículo para narrativas referentes à história do Brasil, como as adaptações que tratam de Zumbi dos Palmares e até mesmo do aviador  Santos Dumond, além de auxiliar como leitura de clássicos, como Moby Dick, O Cortiço, entre outros”, diz.

A organizadora da mostra ressalta que a exposição apresentará trabalhos atuais e clássicos, partindo das antigas publicações das editoras Ebal e Record, uma das percussoras em lançamento de quadrinhos no Brasil, responsáveis pelas primeiras tiragens de Mandrake, Fantasma e heróis da Marvel e DC, trazendo ainda lançamentos recentes, muitos deles das editoras Conrad e HQ Clube, restritos a um pequeno público de colecionadores. “Temos muito material que foi lançado e que não são mais encontrados nas livrarias. Também será o momento para que colecionadores atualizem suas coleções, afinal de contas, teremos um espaço onde comercializaremos exemplares”, coloca.

A mostra acontecerá das 15 às 21 horas nos dias 8 e 9 e das 10 às 18 horas no domingo, 11.
O Centro Cultural fica na Praça XV de Novembro, nº 30.

Por Renato Fernandes