abril 10, 2010

Cineclube ybitu katu exibe "A Montanha Sagrada", hoje

O cineclube Ybitu Katu exibe na noite de hoje, às 19h30, no Centro Cultural de Botucatu (CCB), o longa metragem “A Montanha Sagrada”, produção de 1973, dirigida por Alejandro Jodorowsky. A entrada é um litro de leite que será repassado ao Asilo Padre Euclides.
Após a exibição os cinéfilos Carlos Fernandes e Daniel Moraes, mediarão um pequeno debate com o público.

A sessão faz parte do mês temático que presta homenagem ao cinema mexicano e terá ainda duas sessões nos próximos sábados. No dia 17, será apresentado o longa metragem “Los Bastardos” (Amat Escalante, 2008) e no dia 24 o filme “Anjo Exterminados (Luis Buñuel, 1962). As sessões ocorrem sempre no CCB, às 19h30.

“A Montanha Encantada” recebeu financiamento do ex-beatle John Lennon e sua esposa Yoko Ono, que ficaram impressionados com o filme anterior do diretor, “El topo”, um faroeste surrealista, e propôs auxílio financeiro para a produção do longa seguinte.O  trabalho se tornou a obra prima de Jodorowsky sendo ovacionada no Festival de Cannes, em 1973.

Jodorowsky interpreta o papel do “alquimista” que reúne um grupo de pessoas que representam os planetas do Sistema Solar. Sua intenção é submeter o grupo a uma série de ritos de natureza mística para que se desprendam da bagagem “mundana” antes de embarcar numa viagem em direção à misteriosa Ilha de Loto.

Uma vez na insula, iniciam a ascensão à Montanha Sagrada para substituir os Deuses imortais que em segredo dominam o mundo.

Em 1975 o diretor inicia os estudos para a adaptação do romance “Duna” de Frank Hebert. O filme teria a participação de Orson Welles e Salvador Dalí, com  trilha sonora composta pelo Pink Floyd e conceito visual criado pelos artistas H. R. Giger, Dan O’Bannon e Möebius. Os produtores não aceitaram a idéia, e o romance foi filmado nos Estados Unidos por David Lynch.