abril 05, 2010

Fórum de Botucatu terá cápsula do tempo

David Devidé, escrevente técnico do Cartório de Execuções Fiscais de Botucatu está juntando elementos para montar uma cápsula do tempo. A intenção é enterrar o material junto à pedra fundamental da nova sede do Poder Judiciário, que será construída no Jardim Riviera. “A cápsula será em alumínio, envolta em isopor e a intenção é colocar como data de abertura o ano de 2110”, explica o funcionário público.

Devidé já recolheu recortes de jornais e revistas botucatuenses referentes à construção do Fórum, relação dos primeiros funcionários do judiciário botucatuense, entre outros itens. “Já preparo para registrar uma imagem com os atuais funcionários. A intenção é bater essa fotografia em frente à antiga sede do Judiciário”, diz.

     Devidé é o idealizador da cápusla e reúne material        
Para garantir pluraridade na informação, Devidé convoca os moradores de Botucatu que tenham alguma relação com o Fórum e que queira adicionar histórias, documentos e imagens, para que entre em contato. “Pretendo recolher o máximo de material possível. Lembrando que a cápsula só será fechada no dia de lançamento da pedra fundamental. O último documento a ser adicionado será uma edição do jornal do dia”, revela.
Uma preocupação é a forma como a cápsula será encontrada na data prevista. “Conversarei com a Resiplan (empresa responsável pela construção do novo Fórum), para saber se podemos incluir essa cápsula nos projetos de forma que sua localização esteja prevista na planta”, coloca.

Além de especificar a localização do material na planta, Devidé acrescenta a intenção de marcar a localização com uma placa. “O importante é não deixar a história se perder nas próximas gerações e a melhor forma de garantir isso é deixar a localização do material bem documentada”, ressalta.

Procurado pela reportagem do blog O Grito Notícias / Diário da Serra, o diretor da Resiplan, Fernando Borgatto, se mostrou receptivo à idéia e ressaltou que, para consolidar a iniciativa é necessária apenas uma reunião com o idealizador da cápsula. “É uma ótima idéia. Só precisamos acertar os detalhes. Enterramos a cápsula e fazemos uma marco para que ela não se perca”, diz.

Informações e contato pelo telefone: (14) 9131-1729.