abril 28, 2010

Piano incrementará apresentações culturais na Unesp

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) conta desde 22 de abril, com a incorporação de um piano em seu patrimônio. Com o instrumento, o movimento cultural do campus da universidade deve ser intensificado com a realização de apresentações musicais voltadas à comunidade.

O piano, uma doação da Famesp (Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar), foi obtido através de um programa de incentivo cultural do Santander. O modelo escolhido, Fritz Dobbert, de fabricação nacional com ¼ de cauda, é considerado um dos melhores do mercado na atualidade. Foram investidos R$ 33 mil para a aquisição do instrumento.

Segundo o presidente da Comissão de Arte e Cultura da FMB, prof. José Manoel Bertolote, a incorporação do piano é uma forma de difundir a música não somente na comunidade universitária, mas também a oportunidade para que a instituição se torne um local de fomento cultural. “É uma forma de promover a cultura tanto na Faculdade de Medicina quanto na comunidade local, com apresentações não somente de artistas locais, mas de nomes conhecidos”, ressalta.


A intenção, segundo Bertolote, é realizar concertos mensais em conjunto com as sessões de cinema que já ocorrem na FMB. O professor ressalta que a escolha do instrumento deve-se em sua maior parte pela qualidade do material. Estima-se que o piano tenha durabilidade de 80 anos.

No dia 30 de abril, durante as comemorações pelos 47 anos da Faculdade de Medicina de Botucatu, o piano será usado pela primeira vez na apresentação da maestrina e pianista Hilda Campos, de Bauru.