janeiro 27, 2011

Protetor Solar nem sempre faz o efeito esperado


O verão já chegou e muitos turistas já começaram a esticar as toalhas na areia da praia para aproveitar as férias curtindo os dias quentes. Para fazer companhia e proteger da radiação solar, é necessário caprichar na aplicação do filtro solar.


“O uso do protetor solar evita queimaduras a curto prazo e complicações, como o câncer de pele, a longo prazo”, diz a médica dermatologista Marli Saad.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia o protetor solar pode não trazer os benefícios esperados porque há uma quantidade correta indicada para obter proteção eficaz.

Estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), aponta que a quantidade ideal indicada de protetor é de 2mg por cm2 .

Se uma pessoa aplica um filtro solar com fator de proteção 20, mas usa menos do que a parte para cada parte do corpo pode ver o nível de proteção cair para 10, segundo a pesquisa da USP, realizada com 40 voluntários, com idade entre 18 e 51 anos.
“Geralmente as medidas adequadas para a aplicação estão na própria embalagem do produto”, diz Saad.



É fundamental reaplicar o produto ao longo do dia - Além da quantidade adequada para cada parte do corpo é necessário estar atento à reposição do produto, várias vezes durante o dia. “Pelo menos a cada duas ou três horas é necessário estar passando o produto novamente na pele”, recomenda Marli Saad.

Outro ponto citado pela especialista é a necessidade de procurar produtos bronzeadores farmacvológicos. “Existem, muitos cosméticos, mas a garantia de qualidade e eficácia é garantida realmente pelos produtos farmacológicos”, finaliza.

Pessoas com pele clara e alérgica devem se orientar - Marli Saad explica ainda que, pessoas com pele muito clara e também as alérgicas não devem utilizar qualquer produto e precisam procurar por orientação médica.

“É sempre importante o procurar oprientação de um dermatologista antes de aplicar qualquer tipo de produto no corpo. Principalmente quenao as pessoas possuem pele clara ou são alérgicas, existem casos, inclusive, de alergia a protetores solar, nessas situações são necessários produtos especiais”, alerta a especialista.