agosto 12, 2011

Prefeito de Botucatu no encontro que integra setor rural ao OP

Na tarde de quinta-feira (11), na sede da Casa da Agricultura, o prefeito João Cury Neto participou da reunião que marcou o lançamento do “OP Rural”. O encontro serviu para incorporar oficialmente os moradores e proprietários rurais nas discussões que envolvem o Orçamento Participativo 2011/2012, que atualmente cumpre a etapa das assembleias intermediárias.


Ao contrário das edições anteriores, a intenção agora é garantir espaço para que as demandas da zona rural também possam ser contempladas. “A principal mudança é que nós asseguramos dez vagas no Conselho do OP para a área rural. Todos vão passar por um processo de capacitação. Esse é um setor da cidade que produz muita riqueza mas que muitas vezes não era beneficiado com investimentos”, informa o coordenador do OP, Paulo Sérgio Alves.

O prefeito João Cury ressaltou a importância do setor rural para a economia e o desenvolvimento da cidade, ressaltou a importância da mobilização de seus representantes para que as chances de suas demandas serem contempladas possa aumentar e garantiu que 60% dos recursos destinados para investimentos serão definidos pela população.

“O OP é um processo muito rico de participação popular e não pode abrir mão de contar com a participação efetiva do setor rural. Tenho certeza que com o apoio do Conselho de Desenvolvimento Rural, que está bem organizado e faz um grande trabalho, poderemos avançar na discussão das prioridades e na execução de obras importantes”, disse João Cury.

O presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural, Henrique Monteferrante, afirmou que o órgão estará envolvido com o trabalho do OP. “Usaremos como subsídio as demandas que já foram levantadas durante a elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural. Esperamos contar com o apoio das várias secretarias da prefeitura para ver alguns dos nossos pleitos contemplados”.

Intermediárias - O Orçamento Participativo (OP) 2011/2012 avança em sua terceira etapa com a realização das Assembleias Intermediárias nos 25 setores em que foi dividida a cidade. É o momento em que os moradores têm a oportunidade de discutir e apontar as necessidades de cada bairro e votar as cinco prioridades de cada setor.

Já foram realizadas todas as assembleias das regiões Sul e Norte. A última reunião na região Oeste acontecerá na Escola do Monte Alegre em data a ser definida. Já as assembleias da região Leste terão início nesta sexta-feira, às 19h30, reunindo moradores dos setores 11-12. O encontro acontece na Escola Paulo Guimarães, no Jardim Brasil. Na próxima segunda-feira (15), será a vez dos moradores do setor 13, com a Assembleia acontecendo no Ginásio Municipal de Esportes, no Bairro Alto. E na terça-feira (16) o encontro será no Barracão Igreja Anhumas com os moradores do setor 24.

Essa etapa será encerrada com as assembleias da Região Central que também já estão marcadas: 17/8 (quarta-feira), moradores do setores 1 e 2 se reunirão na Creche da Vila Assumpção e no dia 18 (quinta-feira), na Escola João Maria de Araújo Júnior, na Vila São Lúcio, será a vez dos moradores dos setores 3 e 4.

Seqüência - A quarta etapa do Orçamento Participativo contempla a Reunião com Delegados para formação de chapas de cada região para eleição dos Conselheiros. Na quinta etapa acontecem as Assembleias Deliberativas, que serão abertas a todo munícipe morador daquela região. Tem caráter deliberativo, onde os munícipes conhecerão as necessidades que foram levantadas em todos os setores para votação das cinco prioridades da sua região. Também é o momento da eleição dos conselheiros.

Para a sexta etapa está programada a Caravana da Cidadania. É o momento em que os técnicos da prefeitura, ao lado dos conselheiros eleitos em cada uma das cinco regiões, percorrerão a cidade para ver de perto as necessidades levantadas pela comunidade.

Na seqüência, a sétima etapa marca a reunião com os conselheiros para a elaboração do Plano de Investimento para 2012. Nesta reunião serão feitas as adequações dos recursos disponibilizados pela Prefeitura, utilizando critérios estabelecidos pelo Conselho. O ciclo do OP se encerra com a oitava etapa que é a entrega formal à Câmara Municipal do Plano de Investimento para 2012

O ciclo do OP se encerra com a entrega formal à Câmara Municipal do Plano de Investimento para 2012 no próximo mês de setembro.