junho 26, 2012

Botucatu recebe etapa do Festival de Teatro da Fundação Casa


Atibaia, Mauá, Batatais, Botucatu e São Paulo serão palcos para números de malabarismo, exercícios de equilíbrio e interpretação de palhaços durante a Mostra de Teatro e Artes Circenses 2012, promovido pela Fundação CASA. Adolescentes e funcionários se apresentam entre os dias 19 e 28 de junho, sempre a partir das 14 horas.


Nos seis encontros, devem se apresentar 250 adolescentes, de ambos os sexos, e 17 funcionários de 29 centros do Estado. A mostra não é uma competição, mas um espaço para que jovens e servidores exponham sua arte, lapidada durante as oficinas de arte circense que acontecem nos centros de atendimento socioeducativo. É a primeira edição específica do evento, geralmente realizado dentro da Mostra de Teatro da Fundação.

Botucatu recebe uma das etapas no dia26 de junho, terça-feira, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci. Na cidade, 41 adolescentes e três funcionários de cinco centros de atendimento socioeducativo mostram seus talentos. Eles são originários dos CASAs Cerqueira César I, II e III, de Cerqueira César; Marília; Mirassol; e Rio Dourado, de Iaras. Os CASAs pertencem, respectivamente, às divisões regionais Sudoeste (DRS) e Oeste (DRO).

A cidade de Atibaia, na Região Metropolitana de São Paulo, foi a primeira a receber o evento em 19 de junho, terça-feira. No Centro de Convenções Victor Brecheret se exibem 45 adolescentes e cinco servidores dos CASAs Atibaia; Bragança Paulista; Rio Piracicaba, de Piracicaba; Laranjeiras, de Mogi Mirim; e Escola Rio Claro, de Rio Claro. Os centros pertencem, respectivamente, às divisões regionais Metropolitana (DRM-I) e Metropolitana Campinas (DRMC).

Em seguida, nos dias 20 e 21 de junho (quarta e quinta-feira) será a vez de se apresentar 93 adolescentes e quatro funcionários de nove centros socioeducativos das divisões regionais Litoral (DRL), Vale do Paraíba (DRVP) e Leste 1 (DRM-II). As performances acontecem no Teatro de Mauá, em Mauá, município da Região Metropolitana de São Paulo.

Participam jovens e servidores dos CASAs São Bernardo II, de São Bernardo do Campo; Jacareí, Arujá e Tamoios, de São José dos Campos; Guarujá, Itanhaém; Ferraz de Vasconcelos I; Chiquinha Gonzaga e Itaquera, ambas da capital.

Já Batatais, próximo a São José do Rio Preto, no interior paulista, recebe a Mostra de Teatro e Artes Circenses, no dia  25 de junho (segunda-feira), no Teatro Municipal de Batatais. Na cidade se exibem 41 adolescentes de quatro centros de atendimento socioeducativo: CASAs Franca; Sertãozinho; Ribeirão Preto e Rio Pardo, as duas últimas de Ribeirão Preto. Os CASAs pertencem à Divisão Regional Norte (DRN).

As apresentações terminam na capital paulista (São Paulo) em 28 de junho, quinta-feira, no Centro Educacional Unificado Butantã, na zona oeste. Na cidade se exibem 50 adolescentes de cinco centros de atendimento socioeducativo: CASAs Jardim São Luiz II, Nogueira e Vila Guilherme, todas da capital; e Osasco I e II, de Osasco, município da Região Metropolitana. Os CASAs pertencem, respectivamente, às divisões regionais Metropolitana Norte (DRM-V) e Metropolitana Oeste (DRM-IV).

Sobre a atividade circense

As aulas de circo são ministradas por organizações não-governamentais (ONGs) parceiras da CASA, como o Centro de Educação e Assessoria Popular (Cedap); a Ação Educativa; e o Grupo de Amparo ao Doente de Aids (Gada).

“A arte circense conjuga uma série de linguagens com a capacidade criativa e o resultado é uma arte completa demonstrada pelos adolescentes”, afirma a gerente de Arte e Cultura da CASA, Carmen Silvia Carvalho. “O circo nos remete à infância e os leva a um processo de reconstrução da realidade e de autoconhecimento”, avalia Carmen.