junho 25, 2012

O melhor amigo do peito ainda é o sutiã


Ele atiça o imaginário de muitos homens que simplesmente não resistem, principalmente se for do tipo meia-taça rendado. Estamos falando de um velho conhecido de todas as mulheres, o sutiã que muito mais do que seduzir, é um grande aliado da beleza e saúde. Não importa se tem muito ou pouco seios, o sutiã é uma peça necessária.

Aquelas que não gostam, ou que dizem não se adaptar à peça, têm que fazer um esforço, pois vai acabar se acostumando.


O que acontece é que os seios têm estruturas frágeis. São sustentados apenas por gorduras, glândulas galactófaras (aqueles que produzem o leite) e tecido conjuntivo. Não tem músculo nenhum para ajudar a segurá-los.

Por isso que o sutiã é o grande aliado da mulher. Ele ajuda a impedir que o peso do seio se dobre sobre as fibras elásticas, que dão à pele a capacidade de se esticar e retrair. Sem sutiã, com o passar dos anos, as fibras cansam e arrebentam e daí os seios caem, e caem bastante.

Na hora de dormir, o sutiã pode ser tirado, porque deitada, os seios não forçam as fibras.
Só estão liberadas do sutiã as mulheres que já passaram da fase de crescimento e têm seios pequenos, mas muito pequenos, mesmo!

Usar um sutiã não é um sacrifício tão grande assim. Existem à venda um mais lindo do que outro, confeccionado em diversos tecidos. Existem modelos feitos em algodão, com rendas também de algodão para aquelas alérgicas aos tecidos sintéticos; existem aqueles que modelam os seios, contribuindo para uma aparência mais sexy; tem os sutiãs com bojo, confortáveis, e alguns sem  costuras. Enfim, as confecções do gênero não se cansam de pesquisar e inovar para o conforto e elegância das mulheres.