agosto 13, 2012

ABAH é eleita destaque do ano pela Sociedade Brasileira de Hipertensão


A Associação Botucatuense de Apoio ao Hipertenso (ABAH), mantida com apoio da Famesp, obteve um importante reconhecimento pela excelência de suas atividades. Durante o 20º Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), realizado em São Paulo, dias 2 e 5 de agosto, a entidade botucatuense foi considerada, pela comissão científica, destaque de 2012 no fórum das ligas e associações de prevenção e combate à hipertensão.


O presidente da ABAH, Francisco Habermann, enalteceu o apoio da Faculdade de Medicina da Unesp, câmpus Botucatu, e agradeceu os  voluntários que, desde 2008, vêm atuando junto aos acompanhantes de pacientes atendidos pela Unidade de Diálise e usuários da Casa de Apoio/ABAH/Famesp, fator considerado por ele como decisivo para os resultados obtidos pela entidade.

“Outro ponto fundamental [para o reconhecimento] foi a adesão e participação da ABAH no Programa Nacional da Fenapha (Federação Nacional dos Portadores de Hipertensão Arterial)”, avaliou Habermann, que acumula o mesmo cargo na Fenapha.

Habermann citou, ainda, outras iniciativas desenvolvidas pela ABAH, como palestras sobre qualidade de vida envolvendo a comunidade e escolas; ações comunitárias em bairros em parceria com Rotary; ciclos de atualização junto às redes de saúde Municipal e Estadual e colaboração com Ação da Cidadania, do Sesi, ação comunitária junto aos funcionários da Garagem da Prefeitura Municipal de Botucatu e a ”Semana da Hipertensão\', aprovada pela Câmara Municipal de Botucatu em 2011 e vigente também em outras cidades da região.


Sobre a ABAH

Criada em 2008, a Associação Botucatuense de Apoio ao Hipertenso foca suas em palestras, orientações e assistência aos pacientes com hipertensão arterial. Sua sede está atualmente localizada junto a Casa das Associações, em área anexa ao câmpus da Unesp em Rubião Júnior.

Sua tarefa principal é a difusão e esclarecimento populacional sobre a importância dos fatores de riscos cardiovasculares e renais. Difundir o conhecimento preventivo e propor a mudanças urgentes do estilo de Vida e sugerir medidas preventivas (governamentais ou não ) que evitem ou retardem as doenças.

A entidade propõe atividades que induzam ao resgate da qualidade de vida, evitando, seja na população hipertensa ou entre aqueles que não são portadores da doença, os chamados fatores de riscos cardiovasculares (obesidade, inatividade, estresse, tabagismo, entre outros).

São oferecidas, sempre com a colaboração de voluntários, sessões de arteterapia, arte e papel, exercícios de preparação muscular, exercícios de relaxamento muscular e psíquico, massoterapia; aulas para orientação dietética. Entre suas atividades a ABAH oferece, ainda, aulas de tricô (foto ao lado) aos acompanhantes dos pacientes atendidos pelas casas de apoio mantidas pela Famesp.
Leandro Rocha/Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB