agosto 21, 2012

Aluguel de imóvel na praia no Feriado de 7 de setembro tem diárias de R$123,33


Passar um dia em um apartamento tipo quitinete nas praias do Litoral Sul de São Paulo no feriado de 7 de setembro vai custar no mínimo R$123,33. Já o conforto de uma casa com 4 dormitórios na mesma região sai por R$1.400,00, maior valor de aluguel diário encontrado em pesquisa feita com 22 imobiliárias de nove cidades do litoral paulista pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECISP).


De forma geral, a maioria dos imóveis disponíveis para locação no feriadão tem diárias menores que as do Carnaval. A pesquisa CRECISP registrou 9 tipos de imóveis com diárias menores e 6 com maiores na comparação dos dois períodos. As imobiliárias indicaram que dois dias de locação é o mínimo exigido pelos donos de imóveis. Já o número de pessoas admitidas por imóvel varia de acordo com o tipo e o número de quartos, de um mínimo de três para as quitinetes a um máximo de 20 para casas de 4 dormitórios.

"A sensação de que o inverno se foi antes do esperado e as previsões meteorológicas indicando que a primeira quinzena de setembro não será marcada por chuvas podem levar muitas famílias a procurar as praias no feriado", avalia José Augusto Viana Neto, presidente do CRECISP.

Se houver muita procura, a tendência é que as diárias aumentem, e para evitar esse impacto no bolso ele recomenda que os interessados antecipem a locação. "Quem deixa para a última hora sempre fica com poucas opções para alugar, perde a oportunidade de negociar prazos de permanência e diárias e acaba pagando mais", acrescenta.

Diárias menores no Sul

O Litoral Sul, onde estão cidades como Praia Grande e Peruíbe, foi a região onde os valores de aluguéis de temporada mais baixaram no feriado do Dia da Independência em relação ao período do Carnaval. Foram seis tipos de imóveis com diárias menores e apenas um com alta, exatamente as casas de 4 dormitórios que eram alugadas em média por R$714,29 no Carnaval e agora estão por R$1.400,00.

Estão mais baratas no Litoral Sul as diárias de apartamentos de 3 dormitórios (de R$525,00 para R$320,00, queda de 39,05%), de casas de 3 dormitórios (de R$546,00 para R$433,33, redução de 20,63%) e de apartamentos de 2 dormitórios (de R$332,50 para R$275,00, baixa de 17,29%). Também baixaram as diárias de casas e apartamentos de 1 dormitório (- 38,46% e -23,23%, respectivamente) e de casas de 2 dormitórios (- 0,66%).

No Litoral Norte as diárias de casas ficaram mais caras para o 7 de setembro, à exceção das que têm um dormitório. O aluguel desse tipo de imóvel baixou 52,63%, de R$316,67 no Carnaval para R$150,00 agora. Em compensação, as diárias de residências de 2 dormitórios em cidades como São Sebastião e Ubatuba estão 145,82% mais caras - subiram de R$402,72 para R$990,00.

Foi a maior alta do aluguel diário registrada em todo o Litoral pela pesquisa CRECISP. Nessa mesma região Norte, casas de 3 dormitórios estão sendo ofertadas por R$895,45 a diária, ou 51,96% mais que no Carnaval. As de 4 dormitórios saem por R$1.357,14, valor 28,52% superior ao do Carnaval.

No Litoral Central, onde estão Guarujá e Santos, a pesquisa CRECISP constatou que estão mais baratas as diárias dos apartamentos de 1 dormitório e dos de 2 dormitórios. Em relação ao feriado do Carnaval, a diária para apartamentos de 1 dormitório baixou 28,04%, de R$291,82 para R$210,00. A diária dos de 2 dormitórios foi reduzida de R$398,33 para R$250,00, queda de 37,24%.

As casas que a pesquisa CRECISP encontrou disponíveis para locação nas imobiliárias do Litoral Central estão com aluguel diário maior que no Carnaval. A diária das residências de 3 dormitórios passou de R$568,00 para R$850,00, aumento de 49,65%. As de 4 dormitórios estão com diárias 19,15% mais caras: eram ofertadas por R$1.007,14 em média no Carnaval e agora saem por R$1.200,00.

O CRECISP consultou os valores de diárias em 22 imobiliárias das cidades de Santos, Guarujá, Praia Grande, Peruíbe, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba, Caraguatatuba e Mongaguá.