agosto 30, 2012

Atleta botucatuense conquista o 4º lugar na Meia Maratona de Sorocaba


A meia maratona de Sorocaba, realizada no domingo (26), terminou com a botucatuense Adelita Kelen Antunes Gomes, na 4º colocação com o tempo de 1h23m40, resultado que para ela foi surpreendente. “Foi minha primeira prova de 21km e o tempo que obtive foi bem menor do que esperava”, explica.

A vencedora da prova foi a queniana Nelly Jepkurui com o tempo de 1h17m10s, em segundo lugar ficou Andréia Celeste com 1h20m42s, na terceira colocação ficou Maria do Remédios, com 1h21m48s, a quinta colocação foi conquistada por  Lídia Fernandes com 1h39m04s.


“Apesar de vários atletas terem achado o percurso pesado, devido a várias subidas longas, eu particularmente achei tranquilo, pois costumava treinar naquelas subidas quando morava em Sorocaba. A meia maratona era o maior objetivo que tinha traçado com meu treinador Pedro Carlos Teixeira, que infelizmente nos deixou em Junho deste ano e a quem dedico, em especial, esse maravilhoso resultado”, comemora.

A atleta parte agora para novos objetivos, visando melhorar o desempenho e conseguir posições entre as primeiras do ranking brasileiro na modalidade. “A intenção é competir provas em todo território nacional e fora do Brasil também, mas isso vai depender de eventuais patrocinadores. No momento conto apenas com o apoio da Churrascaria Boi Branco”, revela.

A competição - Segundo o jornal on-line de sorocaba “Ipanema” (www.jornalipanema.com.br) a terceira Corrida Nacional da Saúde, sediando a primeira meia maratona de Sorocaba. O evento reuniu mais de duas mil pessoas de várias regiões do estado e até estrangeiros.

A competição foi dividida em quatro categorias: 5 km, 10 km e outra de 21 km geral e por idade, teve seu percurso iniciado no Parque das Águas e seguiu até a o final da avenida Dom Aguirre, passando pelas avenidas 15 de Agosto, Camilo Júlio, Fernando Stecca até a proximidade da Dana Indústrias, em seguida os competidores fizeram o caminho de volta pela  ponte do Pinga-Pinga até chegarem ao Parque das Águas para encerrar a corrida. A cada 2,5 km havia postos com água para que os corredores se hidratassem no decorrer da prova.