agosto 13, 2012

Canavial de Paixões reestreia no SBT


Com Débora Duarte, Cláudia Ohana, Victor Fasano, Bianca Castanho, Thierry Figueira no elenco, Canavial de Paixões reestreia a partir de segunda-feira, 20 de agosto, às 15h30, no SBT. O folhetim substitui Marisol, que chega ao fim na terça-feira, 21 de agosto.


Baseada no texto original de Caridad Bravo Adams, Canavial de Paixões foi produzida pelo SBT em 2004 com supervisão de Ecila Pedroso e direção geral de David Grimberg.

A novela se passa no pequeno povoado São Bento dos Canaviais. A economia da cidade é baseada no plantio de cana e na produção de açúcar, principalmente do Grupo Usineiro Giácomo. Neste cenário vão ocorrer encontros e desencontros, intrigas e amores que o tempo não pode apagar.

Esposa do poderoso usineiro Amador Giácomo (Victor Fasano), Teresa (Débora Duarte) sempre suportou os casos extraconjugais do marido. Porém, não permite que sua família se aproxime da família Santos, temendo que o amor juvenil entre seu marido e a esposa de Fausto Santos (Jandir Ferrari), Débora Faberman (Claudia Ohana), renasça. Mas Débora sempre amou seu marido Fausto.

Crianças, Clara, Paulo, João de Deus e Mirela nutrem uma grande amizade, apesar das diferenças sociais. Mas a desconfiança e o preconceito dos adultos farão com que elas sofram até se tornarem “gente grande”.

Teresa Giácomo impede que seu filho Paulo mantenha amizade com Clara, filha de Débora, a qual Teresa acha que era amante de seu marido. Teresa também não quer que seu filho Paulo tenha amizade com João de Deus, por ser um órfão criado pelo padre da paróquia, nem com Mirela, menina órfã que vive humildemente com a avó curandeira.

Paulo também sofre com a crise conjugal dos pais. Ele procura a curandeira Remédios (Wanda Stefânia), que lhe dá um amuleto capaz de reaproximar seus pais. A tentativa de Paulo fracassa quando Teresa recusa o amuleto. Clara é quem fica com o talismã, selando misticamente o eterno amor entre ela e Paulo.                

Com a morte de Débora Faberman (mãe de Clara), sua irmã maquiavélica Raquel (Helena Fernandes) se casa com o cunhado, Fausto. Ela faz com que a paternidade de Clara seja motivo de desconfiança e Fausto passa a rejeitar a filha.

15 anos depois...  

O casamento de Fausto e Raquel se transforma num fiasco. Clara (Bianca Castanho) tenta se reaproximar do pai, mas continua sendo rejeitada. Mesmo com o passar dos anos, ele ainda desconfia do passado de Débora Faberman e da paternidade da filha.

João de Deus (Thierry Figueira) é responsável pela sobrevivência do canavial de Fausto. A produção de cana é vendida para outra usina, pois o Grupo Usineiro Giácomo não aceita a união dos negócios com a família Santos. Clara tenta renegociar com Teresa, mas suas tentativas são em vão.

Agenor (Oscar Magrini), braço direito de Teresa, é responsável pelo Grupo Usineiro Giácomo, que prospera cada vez mais. Inescrupuloso, ele manda e desmanda de acordo com seu humor e interesse de realizar seus planos. Agenor substitui o patrão na usina no coração de Teresa, uma mulher angustiada que não consegue esquecer a humilhação que sofreu no passado.

Paulo (Gustavo Haddad) volta para São Bento já formado e reencontra Clara. O amor entre os dois floresce novamente. Teresa fará de tudo para separar os dois, e poderá contar com a ajuda de Regina (Bruna Thedy), noiva de Paulo. Elas agirão em dupla para afastar o rapaz de Clara.

Personagens/Atores

Amador Giácomo (Victor Fasano) – Dono do Grupo Usineiro Giácomo. Homem rico,  poderoso e sedutor. É casado com Teresa Giácomo e pai de Paulo.

Teresa  Giácomo (Débora Duarte) – Mulher fria, orgulhosa e vingativa. Apesar de amar o filho, manipula sua vida. Tem ódio mortal por Clara Santos e Débora.

Paulo Giácomo (Gustavo Haddad) –  Filho de Amador e Teresa. Bonito e inteligente. Com sua personalidade frágil será manipulado pela mãe para se casar com Gina. Enfrentará grandes barreiras para ficar com Clara, grande amor de sua vida.

Fausto Santos (Jandir Ferrari) – Pai de Clara. Dono dos canaviais. Fica viúvo depois que sua esposa Débora sofre um acidente. Se envolve com sua cunhada Raquel.

Débora Faberman Santos (Claudia Ohana) – Mãe de Clara. É doce e carinhosa com Fausto e sua irmã mais nova Raquel, por quem se sente responsável. Viveu um romance na juventude com Amador.

Clara Faberman Santos (Bianca Castanho) – Filha de Fausto e Débora. Romântica e honesta. É a protagonista que sofrerá as injustiças do destino. Apaixonada por Paulo.

Raquel Faberman Santos (Helena Fernandes) – Mulher perversa e interesseira. É a grande vilã que busca impedir a felicidade de Clara. Usa sua beleza e alto poder de sedução para alcançar seus propósitos. Sempre teve inveja da irmã mais velha, para quem perdeu Fausto.

Padre Antônio (Jonas Mello) – Irmão mais velho de Teresa e padre da paróquia, de onde nunca saiu. Simpático e voluntarioso. É o orientador espiritual de todos os personagens (exceto, claro, dos vilões) e tem grande ascendência sobre os quatro jovens protagonistas.

João de Deus (Thierry Figueira) – Filho ilegítimo de Amador Giácomo, fruto de um romance extraconjugal. Foi abandonado bebê, na igreja, por sua mãe, que ele não sabe quem é. Foi criado pelo Padre Antônio com a ajuda financeira de Amador.

Remédios (Wanda Stefânia) – Curandeira que vive à beira do rio na periferia. Mística e misteriosa, é rechaçada pelo povoado, que acredita que ela seja uma bruxa. Na verdade, ela entende de ervas e tem uma forte intuição, que lhe indica sempre com antecedência os acontecimentos.

Mirela (Ana Cecília Costa) – Alegre, simpática e espontânea, dona de uma sensualidade autêntica e despretensiosa. É a grande amiga de Clara. Vive com a avó, Remédios, em uma cabana simples na periferia.

Lourdes (Paula Cohen) – Boa pessoa, bem-humorada e compreensiva, ainda que geniosa. Apesar de ser um contraponto cômico para Clara, também tem forte carga dramática. Empregada da família Santos, está para casar com Vicente quando ocorre o acidente com Débora.

Dr. Alexandre Belay (Walter Cruz) – Médico bem-sucedido. Não pensa duas vezes para contratar Mirela para recepcionista de sua clínica, apesar do preconceito e ciúme de sua esposa, Hilda. Seu forte caráter só é abalado quando é envolvido por Raquel.

Hilda Belay (Analú Graci) – Esposa do Dr. Alexandre. Vaidosa, fútil e fofoqueira. Veste-se com elegância, ainda que afetada. É a autêntica representante de uma classe média alta mais interessada em prestígio do que em uma amizade sincera.

Márcio Belay (Gustavo Wabner) – Filho do Dr. Belay e de Hilda. Simpático e galanteador, volta para casa depois de se formar engenheiro. Imaturo, aceita que a mãe lhe arranje um emprego na usina, mesmo contra a vontade de seu pai, que quer vê-lo vencer pelos seus próprios méritos.

Denise Belay (Débora Gomez) – Filha do dr. Belay e de Hilda. Típica adolescente bonita e feliz. Apesar da eterna vigilância da mãe, consegue se envolver com Guilherme. Acredita que o aproveitador quer se casar com ela.

Carlos de Almeida (Hélio Cícero) – Sensato, educado e honesto. Tem negócios na capital, onde mora num confortável apartamento com seus dois filhos. É o “tio” que cria Paulo na capital.

Guilherme de Almeida (Sidney Sampaio) - Filho de Carlos, irmão de Gina. Jovem descolado e envolvente. Conquistador mau caráter, adora seduzir meninas virgens com promessas de casamento.

Miguel Castro (José Steinberg) – É padrinho de Clara, a quem protege e acompanha durante toda vida. Trabalhador antigo da usina, querido e respeitado por todos, é humilhado e posto na rua por Agenor.

Amália Castro (Patrícia Mayo) – Madrinha de Clara, casada com Miguel. Amável e carinhosa. Era a melhor amiga de Débora, a quem defende das maledicências do povoado.

Oswaldo Dias (Marcelo Médici) – Empregado de Teresa, namorado de Lourdes. Apesar de ser um ladrão e, sob pressão, capaz de matar, é engraçado e sensível.

Agenor  Mello (Oscar Magrini) – O grande vilão. Inescrupuloso e oportunista. Faz de tudo para conseguir o que quer, inclusive matar.

Vicente (Déo Garcês) – Empregado da usina, é fiel e trabalhador. Vive às turras com Agenor, pois tem um forte sentimento de justiça. É apaixonado por Lourdes.

Maria (Teresa Athayde) – Empregada dos Giácomo. Divertida e faladora, sofre constantes repreensões de Teresa.

Rosinha (Fyama Monteiro) – Filha de Maria e Vicente. Garota educada,  mas peralta.

Carlota (Rosana Penna) – Secretária da usina há muitos anos. Como toda secretária, é discreta. Ouve e vê tudo, mas não diz nada.

Zé Manuel (Vinícius Vommaro) – Empregado da usina. Como todos os outros empregados, odeia Agenor, a quem afronta sempre que pode.

Regina de Almeida (Bruna Thedy) – Filha de Carlos, sobrinha de Teresa e noiva de Paulo. Bonita, antipática e mimada. Chora sempre que tem sua vontade recusada. A princípio parece gostar de Paulo, mas depois se percebe que ela está mais interessada no dinheiro dele.

Margareth – Marga (Patrícia Novaes) – Interesseira, inescrupulosa e dissimulada. Típica mulher que vive de expedientes, usando como armas o fingimento e a sedução. É a mãe de João de Deus, e volta a São Bento com o álibi de se reaproximar do filho.

Fábio (Milton Levy) - Vendedor do Mercado Municipal.

Soraia (Rita Mendonça) – Vendedora do Mercado Municipal.

Benjamim (Dionísio Corrêa) - Vendedor do Mercado Municipal.

Eugênio (Wagner Molina) – Funcionário do Grupo Usineiro Giácomo.

Abílio (Rogério Garcia) - Funcionário do Grupo Usineiro Giácomo.

Luciano (Camilo Namour) - Funcionário do Grupo Usineiro Giácomo.

Paulo Giácomo criança (Giovanni Delgado)

Clara Faberman Santos criança (Rayanna Vidal)

João de Deus criança (Giovanni Forner)

Mirela criança (Bruna Guasco)