agosto 13, 2012

Lageado recebe o espetáculo “Mediano”

A peça teatral “Mediano”, dirigida por Naum Alves de Souza, será apresentada no auditório “Paulo Rodolfo Leopoldo”, da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), na Fazenda Lageado, no próximo dia 14 de agosto, terça-feira, às 20 horas.

Os ingressos estão sendo distribuídos na sede da Fepaf (Fazenda Lageado) e na sede do jornal Diário da Serra (Av. Dom Lucio, Av. Santana, 777).


O monólogo “Mediano”, escrito por Otávio Martins conta a trajetória de Zé Carlos, que com seu ‘jeitinho’ brasileiro atravessa momentos importantes da política nacional no período que vai de 1977 a 2007. Zé Carlos convive, ao longo dos 70 minutos de espetáculo, com situações conhecidas do povo brasileiro como a hiperinflação, o impeachment de Collor, a criação do Plano Real e o governo Lula, ao mesmo tempo em que luta para que problemas pessoais não prejudiquem sua carreira política.

A peça é protagonizada pelo ator, tradutor e diretor teatral Marco Antônio Pâmio que participou das montagens de “Macunaíma” (1983), com direção de Antunes Filho e “Laranja Mecânica” (1992), dirigida por Olayr Coan. Atualmente está em cartaz na adaptação de “Macbeth”, dirigida por Gabriel Villela. Na TV, Pâmio fez parte do elenco da novela “Mandala” (1987) e da minissérie “JK” (2006).

“Mediano” tem a direção do consagrado dramaturgo Naum Alves de Souza. Naum, que começou a carreira como cenógrafo e figurinista, ficou conhecido por criar os bonecos do infantil “Vila Sésamo”, na TV Cultura. Com o tempo tornou-se dramaturgo e passou a dirigir suas próprias peças como “A aurora de minha vida” (1981), “Um beijo, um abraço, um aperto de mão” (1984), “Suburbano Coração” (1989) e “Strippers” (1997).

O projeto

A apresentação de “Mediano” em Botucatu, faz parte do projeto Teatro nas Universidades, surgido em 2005 por iniciativa do casal de atores Paulo Goulart e Nicette Bruno, tem como principal objetivo levar parte do universo do teatro ao ambiente universitário e com isso contribuir para uma melhor formação educacional e cultural da sociedade.

Segundo os organizadores um total de 307 sessões foram promovidas até o fim do ano passado, alcançando um público de mais de 106 mil pessoas em 138 unidades universitárias diferentes.

Atualmente, o projeto faz a montagem de 14 peças teatrais, entre elas “Liberdade, liberdade”, de Millôr Fernandes e Flávio Rangel; “O cavalo na montanha”, de José Antonio Souza; “A mulher que escreveu a Bíblia”, de Moacyr Scliar; “A aurora de minha vida”, de Naum Alves de Souza, além do  o monólogo  que será apresentada no Lageado.

O Teatro nas Universidades é patrocinado pelas empresas Gerdau e Syngenta e conta com o apoio do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), da Associação Comercial de São Paulo e do ProAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo.