setembro 11, 2012

A luz como aliada da beleza


A luzes viraram as queridinhas nos consultórios dos dermatologistas e esteticistas. Em forma de lasers, prometem verdadeiros milagres contra a celulite, acne, flacidez e estrias. Vamos conhecer um pouquinho como isto funciona.

Alguns tratamentos podem ser um pouco desconfortáveis, mas segundo os especialistas no assunto, o resultado final compensará o investimento.

Primeira coisa, é preciso buscar este serviço junto aos dermatologistas, sendo que existem algumas clínicas de estética que oferecem tratamentos com luz, mas fique de olho e escolha sempre profissionais de eficiência e idoneidade comprovadas.


Um dos tratamentos é o StarLux 500 que combate as estrias estimulando a produção de colágeno, com o tempo as famigeradas marcas avermelhadas são atenuadas e assim ficam bem menos visíveis.

O VelaShape ganha cada vez mais adeptas e adeptos. Ele combina radiofrequência infravermelho e sucção a vácuo; chega até as camadas mais profundas da pele, ativa a produção de colágeno e dá mais firmeza. É muito procurado principalmente porque é praticamente indolor.
O Titan ajuda na formação da fibras elásticas e de colágeno. O resultado é que a pele fica bem mais firme, diminuindo a flacidez.

O PowerShape vai direto nas células de gordura, reduzindo o seu tamanho e melhorando o contorno corporal. A conclusão em que trata-se de um excelente aliado contra a celulite. O aparelho combina sucção a vácuo que através de massagens dissolve os nódulos de gordura e estimula a circulação.

O SmoothShape associa laser de diodo, infravermelho e massagem a vácuo, rompendo as células de gordura e estimulando a produção de colágeno.

Geralmente, estes tratamentos não causam efeitos colaterais, mas devem ser sempre aplicados por dermatologistas que fará a avaliação individualmente. È contraindicado para mulheres grávidas, mulheres que estão amamentando, portadores de lúpus, pessoas com próteses metálicas.

Estas são algumas das opções em tratamentos com luz; existem ainda os que tratam da pele do rosto, combatendo linhas finas e sinais de envelhecimento através da estimulação da produção de colágeno, alguns possíveis de serem feitos em clínicas de estética.

O prato refletido no rosto

Os radicais livres são os maiores vilões que se tem notícia quando o assunto é longevidade e pele bonita. E eles estão aí, “atacando” dia e noite, assim o seu efeito parece inevitável, eles envelhecem as células e abrem as portas para as doenças, para as rugas, para a flacidez etc etc

O tempo passa para todos e vai deixando as suas marcas, mas bem que podemos retardar um pouco o efeito disso ficando de olho no que colocamos no prato.

Uma das regras principais é que quanto mais colorido, melhor. Os nutricionistas aconselham que se consuma diariamente três a quatro porções de  frutas e vegetais, uma porção de leguminosas, duas porções de carne magra; quatro de caboidratos (preferencialmente integrais) e pouca gordura saudável. As porções têm o tamanho de uma mão fechada.

Optar por pratos bem coloridos garante o consumo de vitaminas e minerais. Por exemplo, alimentos amarelos, vermelhos e alaranjados são ricos em vitamina A e do complexo B; os verdes tem vitaminas C e E; os brancos, D; e os roxos, vitamina K.

As calorias dos alimentos também são “fontes de preocupação”, mas cuidado para não cair numa dieta sem critérios que deixará o corpo magro, mas os cabelos e a pele sem viço porque afetaram a saúde do corpo.

Outro erro muito comum é pular as refeições na ilusão de que deixando de comer, perderá peso mais rápido, quando o que acontece nestes casos é o cérebro mandar uma mensagem para diminuir o gasto energético uma vez que o cérebro entende que está faltando alimentos. Daí o metabolismo se torna mais lento e o tão esperado emagrecimento não acontece.

O ideal é fazer seis refeições ao dia, fracionando os alimentos e nunca deixando o estômago com fome.

O consumo de sal deve ser bem dosado: o ideal é consumir 6 gramas de sal diariamente. Quer uma dica, prepare as refeições sem sal. Na hora de comer, salpique o sal em quantidade dosada – no caso 1 grama cada refeição – e para isso use os pequenos saches disponíveis nos supermercados. Nada de ter aquele vidrão cheio do qual você usa e abusa na hora de preparar as refeições. O sal em demasia retém os líquidos, tem efeito cumulativo e acaba provocando hipertensão.

Garanta a beleza dos cabelos, do rosto e do corpo fazendo escolhas saudáveis. O começo da reeducação alimentar é difícil, o ideal talvez seja buscar a orientação de nutricionista que vai elaborar um cardápio de acordo com a sua necessidade.

Quanto às guloseimas, consuma apenas uma vez por semana e, pouco a pouco, vá eliminando de vez o hábito substituindo por alternativas mais saudáveis. Seja criativa e invista em você. O seu corpo agradecerá.