fevereiro 07, 2013

Escola de samba Gente Unida da Vila Maria participa do Carnaval de Itatinga


A escola de Samba Gente Unida da Vila Maria foi convidada para participar do Carnaval de rua da cidade vizinha de Itatinga, onde mostrará o desenvolvimento do enredo “Alice no País das Maravilhas na Terra do Saci”, na segunda-feira, a partir das 21 horas.


Segundo o presidente da agremiação, Jairo Luis de Andrade, a escola participará do evento com todos os foliões, aproximadamente 250 pessoas, mas devido às dificuldades de transporte não levará os três carros alegóricos que compõem o desfile. “A prefeitura de Itatinga nos convidou e providenciou o transporte de nossos sambistas, porém não teremos condições de levar os três carros. Acredito que iremos desenvolver o desfile em aproximadamente uma hora”, diz Andrade.

Este ano, a bateria da escola de samba será composta por aproximadamente 70 foliões, e na ala das baianas já está confirmada a presença de 10 mulheres. “Vamos trabalhar um desfile completo similar ao de Botucatu. Será uma das principais atrações de Itatinga, sem dúvida”, antecipa Andrade.

De acordo com ele, Apesar do carnaval deste ano não ser competitivo, os foliões estão empolgados e ensaiando diariamente, a partir das 20 horas, na praça do Curió, em frente à farmácia santa Gema Galvani, na Vila Maria.

“Entraremos na rua Amando de Barros, com a escola completa, com a presença de foliões de São Paulo, três carros alegóricos com os temas: ‘Carro da Alice’, ‘Carros do Saci’ e ‘Turma da Alice, além de foliões de São Paulo e carnavalescos com fantasias de luxo”, diz Andrade.

A escola venceu a disputa realizada em 2012, e recebeu incentivos do governo municipal para a confecção de fantasias e aquisição de itens necessários para a montagem do desfile deste ano.  O samba enredo é assinado pelo jornalista e carnavalesco Quico Cuter.

“A ideia original é fazer com que o saci apresente a escola de Samba da Vila Maria para a menina Alice com seus personagens, como o gato que só ri, a rainha, o coelho apressado, o chapeleiro louco e tantos outros. É isso que a Vila Maria pretende mostrar em seu desfile”, aponta o autor do samba.

Segundo o presidente da escola o enredo surgiu em uma reunião com os carnavalescos. “Primeiro a ideia era caracterizar a Alice no País das Maravilhas. Dias depois veio a ideia de também inserir o saci no enredo. Passamos tudo para o Quico (Cuter) e ele desenvolveu o samba enredo que está sendo ensaiado com a bateria”, disse Jairinho.

Com relação à apresentação da escola no carnaval deste ano, em Botucatu, Andrade foi  taxativo. “Temos o compromisso  com a Vila Maria e com Botucatu de apresentar um grande carnaval e é isso que pretendemos fazer. Este ano não haverá concurso para escolher a melhor escola, mas isso não vai tirar nosso entusiasmo”, salientou Andrade. “Posso garantir que a “moçada” da Vila Maria está afiada para o Carnaval”, emendou.