fevereiro 14, 2013

Mais de mil alunos da rede municipal de Botucatu tem volta às aulas adiada para segunda-feira


Os alunos das escolas municipais Martinho Nogueira e Paulo Guimarães, não retornaram às aulas ontem, conforme estava planejado até a última sexta-feira (8), quando foi anunciado, em reunião, que o retorno para esses estudantes ocorreria na próxima segunda-feira (18).



As escolas fazem parte do grupo de cinco instituições municipais de ensino que estão passando por reformas durante o período mínimo de oito meses. Com as obras os alunos de ambas as escolas seriam remanejados para o Centro de Educação Infantil (CEI) José Luiz Amat. Das cinco escolas em reforma, a Martinho Nogueira e Paulo Guimarães são as que possuem maior quantidade de alunos, somando juntas 1.002 estudantes, com 529 e 473 alunos, respectivamente.

Para receber esse contingente, em ambientes separados e no mesmo endereço, o Centro de Educação Infantil também precisou de reformas, porém os trabalhos atrasaram e a adequação que era para ser entregue no início da semana foi adiada para hoje.

“As obras na creche serão entregues na quinta-feira (hoje). Passaremos a sexta e o sábado arrumando as salas e a estrutura do local para receber os novos alunos e deixar tudo pronto para o retorno das aulas; na segunda-feira (18)”, garante Magda Regina Cagnon Troncarelli, coordenadora geral do ensino fundamental da Secretaria Municipal de Educação.

Magda ressalta que há cerca de 20 dias foi enviado aos pais de alunos das escolas, um aviso de reunião programada para ocorrer na última sexta-feira (8), porém a adesão foi pequena. “Nessa reunião levaríamos os pais a conhecer as instalações do Centro de Educação Infantil (CEI) José Luiz Amat, porém, como as obras ainda não haviam sido entregues e haveria a necessidade de mudança no início das aulas, aproveitamos esse momento para avisar os pais sobre a mudança de data”, comenta Magda.

A baixa presença na reunião, fez com que vários alunos e responsáveis se dirigissem, ontem, até os pontos de transporte ou até mesmo no CEI, onde foram informados sobre a mudança de data. “Fizemos uma reunião porém poucos pais compareceram”, diz a coordenadora.

Os alunos não terão esses dias de aula perdidos. A promessa é de reposição através de métodos alternativos, como a realização de trabalhos extra-classe e eventos comemorativos.

Para apresentar as novas dependências aos pais de alunos, a Secretaria de Educação agendou uma nova data de visitação. “O Centro de Educação Infantil (CEI) José Luiz Amat, estará de portas abertas no dia 19 (terça-feira), para receber os pais de alunos da escola Paulo Guimarães, das 18 às 20 horas e no mesmo horário estaremos recebendo os responsáveis pelos estudantes do Martinho Nogueira, no dia 20”, adianta Magda Troncarelli.

As obras - Estão em reforma as seguintes escolas Martinho Nogueira, Paulo Guimarães, Américo V. dos Santos, Francisco Guedelha e Raymundo Cintra.

Enquanto acontecem as obras os alunos foram remanejados para os seguintes locais: Centro de Educação Infantil (CEI) “José Luiz Amat”, Casa das Meninas e o Salão Paroquial da Igreja do distrito de Vitoriana.