fevereiro 20, 2013

Mais um brasileiro assume comando da Força-Tarefa Marítima da Missão da ONU no Líbano


Outro brasileiro assumiu nesta terça-feira (19) o comando marítimo da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL). A cerimônia foi realizada a bordo da Fragata Constituição, da Marinha do Brasil, com presença de representantes das Forças Armadas Libanesas, diplomatas e militares de países que participam da Missão.


Comandante da UNIFIL, o General de Brigada Paolo Serra agradeceu o Brasil pelo apoio continuado e liderança da Força-Tarefa Marítima (FTM). Segundo ele, o Contra-Almirante Wagner Lopes de Moraes Zamith, que deixou a função depois de quase um ano no Oriente Médio, “aumentou significativamente a atividade no mar, com 1.272 navios referidos para a inspeção da Marinha libanesa durante o período de seu mandato”. Ainda de acordo com o General, “isto representa um aumento de quase 30% em relação ao período anterior, destacando o importante papel da Força-Tarefa Marítima neste momento de instabilidade regional”.

O novo comandante marítimo é o Contra-Almirante Joése de Andrade Bandeira Leandro, que ingressou na Marinha do Brasil desde 1976. Natural de Santa Catarina, Leandro graduou na Escola Naval em 1982. Foi indicado como Comandante do Colégio Naval em março de 2010 e alcançou o almirantado em novembro de 2011, sendo nomeado Subchefe de Organização e Questões Marítimas do Comando de Operações Navais. Ao longo de sua carreira, recebeu diversas condecorações militares brasileiras.

A FTM da UNIFIL, primeira implementação marítima em uma Missão de Paz da ONU, atende a um pedido do Governo libanês para apoiar sua Marinha a evitar a entrada não autorizada no Líbano, pelo mar, de armas e material relacionado. As duas Forças trabalham conjuntamente para alcançar este objetivo.
A FTM desempenha duplo mandato. Além das operações de interdição marítima, provê treinamento para a Marinha do Líbano. A Força é composta por um navio brasileiro, um grego, um turco, dois alemães e dois bangladeshianos.