fevereiro 19, 2013

“Meu Cunhado” foi o último trabalho de Golias na Televisão


“Meu Cunhado” foi uma das melhores séries humorísticas que o SBT já produziu. Exibida originalmente entre 14 de abril de 2004 à 15 de janeiro de 2006, “Meu Cunhado” era protagonizado por Moacyr Franco e Ronald Golias, aliás este foi o último trabalho de Golias, interpretando o personagem Bronco.


A série contava a história de Washington Cantapedra (Moacyr Franco), um publicitário de sucesso, casado com a jovem Simone (vivida por Guilhermina Guinle apenas na primeira temporada, e posteriormente por Luísa Thiré), que morava em uma ampla mansão em São Paulo, com a mulher, a filha adolescente Lili (Carolina Espina), do primeiro casamento do publicitário, e o filho mais novo, Cacá (João Vitor Franco). O dia a dia da mansão era sempre agitado, com um clima de muito bom humor. Junto com eles, também moravam Carlo Bronco (Ronald Golias), irmão de Simone, um malandro aproveitador que vivia “temporariamente” na casa dos Cantapedra até conseguir um emprego, embora o dono da casa saibia que isso nunca aconteceria.

Bronco, o Cunhado, armou uma manobra interesseira para que a irmã Simone se casasse com Cantapedra, além de estar sempre metido em pequenos golpes ao lado do amigo Nicolau (Marcos Silvestre), que serve como quebra-galho e testa-de-ferro.

Para cuidar da atrapalhada família, Simone contava com a ajuda de Marta (Clarissa Freire). A empregada, fiel escudeira de Simone, a acompanhava desde os tempos de classe média. O que Washington não sabia é que até a empregada protegia o malandro cunhado. Washington adorava a esposa e tinha medo de perdê-la, mas odiava o cunhado e não via a hora de livrar-se dele. A família, porém, admirava o malandro, julgando-o vítima de perseguição por parte do estressado publicitário.

Na agência Cantapedra Propaganda e Interface, Washington contava com a ajuda de Corina (Cláudia Mello), sua fiel secretária. Ela se considerava inteligente e eficiente, mas, no fundo, era o contrário, apesar de ser funcionária de confiança. Corina estava sempre às voltas com o inoportuno Bronco, que devido a chantagens e outras armações, acabava interferindo na gestão da agência, modificando campanhas, desviando contas e atraindo clientes perigosos. Washington pretendia ser um publicitário de sucesso e reconhecido pelos colegas, mas Bronco, com suas trapalhadas, acabava denegrindo a imagem do publicitário.

Já que Silvio Santos gosta tanto de reprisar as atrações, já estaria na hora de colocar novamente no ar “Meu Cunhado”.