fevereiro 22, 2013

Prefeitura oficializa pedido de estudos para implantação de Zona Azul na Vila dos Lavradores


Aconteceu na tarde de quarta-feira a tão aguardada reunião entre o secretário municipal de mobilidade, Vicente Ferraudo e o gerente de negócios da Autoparque do Brasil (empresa responsável pela administração do sistema de parquímetros em Botucatu), Cesar Mourão, para discutir a implantação do sistema de Zona Azul em ruas da Vila dos Lavradores.

Durante a reunião, Ferraudo ressaltou a necessidade de estudos para dimensionar a quantidade de parquímetros necessária para atender a região, medição das ruas,  número de vagas que serão oferecidas, entre outras informações.


“Pedimos um projeto executivo completo para a empresa, acredito que em um mês teremos o resultado desse trabalho em mãos para iniciarmos as próximas etapas do processo de implantação dos parquímetros”, diz Ferraudo.

Com o projeto em mãos será dado início a segunda etapa do projeto, a consulta aos lojistas e moradores da região de maior movimento comercial do bairro.

“Nesse primeiro contato para tratar da expansão da Zona Azul, fui informado pelo gerente de negócios (Cesar Mourão), que equipamentos não seriam problema já que a empresa possui máquinas sobressalentes”, comenta Ferraudo.

No dia que antecedeu a reunião, Mourão concedeu uma rápida entrevista ao Diário, onde já anunciava a intenção de realizar estudos para a nova Zona Azul da Cidade, e lembra que em Botucatu, a solicitação de expansão do sistema por comerciantes, não é um fato isolado. “É bastante comum esse tipo de solicitação, os comerciantes identificam que pontos onde existem os parquímetros, apresentam melhorias no fluxo de veículos e maior rotatividade de vagas”, comenta Mourão.

O presidente da entidade que solicitou a implantação da Zona Azul na Vila dos Lavradores, a união ACE/CDL (Associação Comercial e Empresarial de Botucatu/Câmara de Dirigentes Lojistas), Emílio Angela, se colocou à disposição para auxiliar a Secretaria de Mobilidade e a empresa responsável pelos parquímetros, no trabalho de implantação.

“O sistema deu certo no centro da cidade e temos certeza que funcionará também aqui na Vila dos Lavradores. Desde que anunciei o apoio à Zona Azul tenho ouvido às mais variadas opiniões, tem os empresários que louvam e aqueles que criticam, mas faz parte do processo”, diz.

Em sua solicitação, a ACE/CDL sugeriu como ruas com potencial para o sistema a Major Matheus, Bráz de Assis e Floriano Simões. “São pontos onde detectamos a necessidade, mas nada impede que isso mude com os estudos da empresa e da Secretaria de Mobilidade”, diz Angela.

Ferraudo acrescenta que paralelamente ao trabalho da Autoparque, uma equipe da Pasta que administra deverá fazer estudos paralelos sobre a implantação.