maio 30, 2013

Polícia prende mecânico que criou perfil falso no Facebook para abusar de crianças

CRISTIANO ALVES – Especial para O Grito Notícias

A Polícia Civil prendeu na manhã de ontem um mecânico de 49 anos, sob acusação de  pedofilia (abuso sexual de crianças) em Laranjal Paulista, região pertencente à Seccional de Botucatu. O suspeito F.C.O., que só teve as iniciais divulgadas, foi capturado em sua casa com fotos de crianças nuas, imagens que estavam armazenadas em seu computador.


Depois de detido, o acusado foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil, que solicitou a sua prisão preventiva para o prosseguimento da investigação.

Segundo o delegado Francisco Zalla Catojo, o homem detido criou um perfil falso na rede social do Facebook onde montou uma página se passando por uma menina de 10 anos. Por essa página ele mantinha contato com as crianças onde marcava encontros ou pedia para as meninas mandarem fotos nuas.

O mesmo delegado diz que a suspeita de que abusos estavam acontecendo na cidade começou quando o pai de uma menina de 13 anos viu a conversa dela com uma suposta criança, que pedia para ela mandar fotos sem roupa ou em poses sexuais. Por isso a polícia começou a monitorar as conversas e descobriu que o homem suspeito já tinha mantido contato e conversado sobre sexo com pelo menos 25 meninas.

“O pai que denunciou o caso tem uma filha de sete anos. Depois descobrimos que o suspeito detido hoje abusou de uma garota de 13 anos. Essa menina abriu o jogo e nos contou que foi abusada. O acusado também confirmou a história”, o disse o delegado responsável pela investigação.

No perfil criado pelo suspeito existem fotos de crianças com roupas curtas e biquíni em poses insinuantes. A polícia está levantando informações se todas as crianças são de Laranjal Paulista, mas existe a possibilidade de mais meninas da região terem conversado e mandado foto ao mecânico.

A polícia informou que não vai divulgar o nome do suspeito para não expor a sua família e para evitar ataques contra a casa dele e de seus parentes. Além de mecânico o homem trabalhava com carnaval de rua empurrando carros alegóricos.


Psicóloga diz que pais devem monitorar filhos

Segundo a psicóloga Silvia Rodrigues, os pais devem ter cuidado quando se trata de crianças e adolescentes na internet. “Deve-se monitorar toda e qualquer atividade das crianças e adolescente. Particularmente não concordo com o acesso, mas se os pais acham viável, recomendo que eles administrem o que os filhos estão vendo”, cita.

Ela como exemplo que os pais vejam quem os filhos aceitam para amigo e as conversas. “Se for para jogos a criança pode jogar pela página dos pais e não ter uma só para jogos”, orienta.

Para a psicóloga, os pais devem colocar regras de uso de acordo com a idade de cada um, com um programa que ajude a controlar todo tipo de acesso. “Também é importante verificar o histórico para saber em quais sites estão entrando, porém o programa controle de pais pode agendar os sites que pode ser visitados”, frisa.

Anna Luiza Calaça, 39 anos, não deixa a filha Nathalia sozinha no computador, mesmo quando ela está usando o computador para brincar com jogos infantis.  “Fico direto vendo o que ela faz e o que está jogando. Sem a minha senha ela não consegue navegar. Vivo em cima e apareço de repente para saber o que ela joga. Como o computador fica na sala eu e meu marido sempre ficamos olhando

Ela permitiu que a filha tivesse um perfil no Facebook, mas o acesso também é controlado. “Quem adiciona as pessoas sou eu e o Facebook serve para ela conversar com as amiguinhas. A senha também fica comigo”, comenta a mãe cautelosa.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...